Marca diz que passará a priorizar outras categorias, como o segmento de SUVs

A Citroën confirma nesta semana no Brasil a retirada do mercado dos modelos C4 Picasso e Grand C4 Picasso. Oferecidas por aqui nesta geração desde o final de 2015, as minivans eram importadas da França e saem de cena sem previsão de retorno, principalmente por conta do encolhimento do segmento no nosso mercado. 

Contatada por Motor1.com, a marca afirmou que "passará priorizar categorias que melhor atendam ao que o consumidor atual procura, como o segmento de utilitários esportivos". Na prática, o objetivo é concentrar atenções na comercialização do C4 Cactus, que já vendeu mais de 5 mil unidades só neste ano, e abrir espaço para o C5 Aircross, já confirmado para o Brasil e que deve chegar às concessionárias no final de 2019.

Galeria: Novo Citroen C4 Picasso

Apesar da já ter feito sucesso no início dos ano 2000, o mercado de minivans está praticamente falido no Brasil. Para efeito de comparação, C4 Picasso e Grand C4 Picasso juntas conseguiram emplacar apenas 298 unidades por aqui durante todo o ano de 2018. Neste ano, o acumulado é de ínfimos 36 exemplares. Na categoria, apenas a Chevrolet Spin consegue alcançar resultados animadores (em grande parte graças às vendas diretas). É uma mudança e tanto para um segmento que já contou com a participação de modelos consagrados como Chevrolet Zafira e Meriva, Renault Scénic, Nissan Livina, Fiat Idea, Citroën Xsara Picasso, entre outros.

Um detalhe curioso em relação ao C4 Picasso é que ele deixou de adotar esse nome na Europa desde o início do ano passado. A marca não confirmou o motivo da mudança, mas especulações apontam para problemas relacionados aos direitos de imagem do nome, dado ao modelo em homenagem ao famoso pintor, escultor e poeta espanhol Pablo Ruiz. Em todo o mercado europeu, a minivan agora se chama C4 SpaceTourer.

A declaração sobre concentrar ações no segmento de SUVs também prenuncia a estreia do C5 Aircross. O crossover foi confirmado pela fabricante no Salão de Paris (França) do ano passado e deve entrar na faixa de preço que era ocupada justamente pela dupla C4 Picasso/Grand Picasso, entre R$ 144.490 e 149.490.

Fotos: Divulgação