São os primeiros retoques desde o lançamento desta segunda geração, em 2015

A Mini anuncia nesta semana o lançamento do primeiro facelift aplicado à perua Clubman após aproximadamente quatro anos de mercado da atual geração. Desenvolvida para tornar o modelo atrativo até a chegada da próxima linhagem, a remodelação é leve e concentrada basicamente em detalhes da dianteira e da traseira. Entre outras novidades, a grade foi revisada com a adoção de barras horizontais em algumas versões ou com grelha tipo colmeia em outras.

Há também novos contornos cromados e, para o restante da carroceria, três novas opções de cores: Summer Red, British Racing Green e Enigmatic Black. Na traseira, as lanternas ganharam iluminação padrão em LED e, opcionalmente, o cliente pode agora optar pelo design interno Union Jack (bandeira do Reino Unido). No interior foram adotados apenas novos revestimentos e incorporada à lista de opcionais tela de 8,8 polegadas para o sistema multimídia (a tela padrão é de 6,5 polegadas).

Na mecânica, a única grande mudança diz respeito à suspensão com acerto esportivo e rebaixada em 10 milímetros, além de amortecedores adaptativos como opcionais. Sob o capô, seguem em oferta os motores a gasolina 1.5 turbo de 98 cv e 136 cv, e 2.0 turbo de 192 cv. A diesel, há um 1.5 de 115 cv e um 2.0 de 150 cv ou 190 cv. A tração pode ser dianteira ou integral, dependendo da motorização.

Fonte: Mini