Terá versões a gasolina, híbrida e elétrica

O Jaguar J-Pace será o próximo SUV topo de linha da marca inglesa. Com lançamento previsto para daqui a dois anos, o crossover começa a ter alguns detalhes revelados. A última edição da revista Autocar nos dá algumas informações sobre a mecânica do veículo e como ela deve afetar seu desempenho. Se a reportagem estiver correta, será um carro para ficar de olho.

O J-Pace, se receber mesmo este nome quando for produzido, usará a nova plataforma MLB feita de alumínio, que será a base de todos os carros da Jaguar a partir de 2025. De acordo com a Autocar, será um dos três carros que farão parte do grupo "médio" da marca, sendo que um deles deve ser um Land Rover maior, enquanto o outro deve ser um sedã elétrico que pode substituir o XJ.

Galeria: Jaguar F-Pace SVR 2019

Um dos aspectos mais interessantes do novo SUV de luxo tem a ver com como ele incorpora o sistema de tração integral, usando um motor elétrico no eixo traseiro. Isso elimina a necessidade de um eixo de transmissão até as rodas traseiras, o que permite que tenha um assoalho reto, aumentando o espaço interno. A forma precisa como cada motor elétrico pode ser controlado também irá melhorar a tração e dirigibilidade.

Também deve ser mais eficiente, por conta de sua aerodinâmica e redução das perdas por fricção. Isto será algo importante, já que o modelo básico do SUV deve ser um híbrido plug-in e, como todo veículo deste tipo, quanto mais eficiente for, maior sua autonomia elétrica.

Falando em carro elétrico, o J-Pace deve ter uma variante totalmente elétrica. Como a Jaguar espera que carros EV sejam 20% de suas vendas até 2025, ainda deve ter uma ou duas opções com motor a gasolina, recebendo o Ingenium turbo de seis cilindros.

Fonte: Autocar