CEO Stefano Domenicali fala em um "grand tourer com um arranjo de assentos 2+2"

Ao mesmo tempo em que comemora 8 anos seguidos de crescimento nas vendas e 5.750 veículos entregues em 2018, a Lamborghini projeta seu futuro com planos para um novo modelo. Em entrevista concedida recentemente à revista britânica Autocar, o CEO Stefano Domenicali adiantou que o desenvolvimento do quarto integrante da linha da marca já começou a ser pensado e que provavelmente será um "grand tourer com um arranjo de assentos 2+2". No entanto, o executivo lembrou que a luz verde para o projeto ainda não foi dada e que provavelmente a empresa ainda precisa se preparar para tomar uma decisão tão importante.

Galeria: Lamborghini Huracan EVO 2020

Atualmente, a Lamborghini mantém em linha os modelos Huracán, Aventador e Urus, com vendas anuais de 5.750 em 2018 - crescimento de 51% sobre 2017. Para os próximos anos, a meta é alcançar cerca de 8.000 unidades, sendo este número considerado por Domenicali como "o ponto ideal para o momento", levando em conta o portfólio de três modelos e os mercados onde a marca está presente. Há grande expectativa também para o desempenho comercial do Urus, que terá em 2019 o primeiro ano completo de vendas. Se as cifras seguirem em expansão até meados da próxima década, o especulado quarto modelo certamente será aprovado.

Com mais um esportivo, a Lamborghini poderá facilmente alcançar 10.000 unidades anuais e se aproximar da Ferrari, que vendeu 9.251 veículos em 2018.

Fonte: Autocar