Base modular será produzida na Argentina a partir de 2019

A PSA aproveitou a ocasião do Salão de Paris para apresentar na França os primeiros detalhes a respeito da nova plataforma modular CMP (Common Modular Platform). Inaugurada pelo SUV DS3 Crossback (que estreou publicamente no evento), a base será produzida na Argentina a partir de 2019 e sustentará a próxima geração de diversos modelos compactos do grupo. Em outras palavras, é com esta base que a Peugeot desenvolverá as novas gerações de 208 e 2008 e a Citroën projetará futuramente os sucessores de C3 e C3 Aircross.

Mais sobre a PSA

Entre outras características, a CMP se destaca por ter sido desenvolvida a partir do zero e para diferentes propósitos. Nesse sentido, a equipe de engenharia responsável pelo projeto se preocupou em usar materiais leves em toda a construção, incluindo vários componentes de alumínio. Além disso, a base foi projetada para atender aos mais rígidos padrões de segurança e pensada desde o início para sustentar tanto modelos híbridos e quanto 100% elétricos.

PSA - Plataforma CMP

Produzida em El Palomar, na Argentina, a arquitetura será determinante para a PSA colocar em prática o plano de renovação do portfólio brasileiro e argentino. Cerca de US$ 320 milhões serão investidos no projeto e na época em que o montante foi anunciado o próprio presidente Mauricio Macri se mostrou bastante animado: "Em 2019, os carros produzidos em El Palomar serão iguais aos da França".

O primeiro fruto desta nova estratégia na região será a nova geração do Peugeot 208, já flagrada rodando em testes na Europa. O modelo passará a ser produzido no país vizinho e então será exportado para o Brasil, fazendo o caminho inverso em relação ao modelo atual.

Fonte: Autoblog Argentina

Galeria: Flagra: Novo Peugeot 208 2019