Moderna e estilosa picape maior que a Amarok, pode receber sinal verde para produção

Raramente uma picape tem seu desenvolvimento a partir de um SUV, ainda mais de porte grande. Aqui no Brasil, vimos algo semelhante acontecer com o Jeep Renegade, que emprestou parte de sua plataforma e componentes para a Fiat Toro com sucesso. Agora parece ser a vez da Volkswagen caminhar neste sentido.

Como falamos no começo deste mês, a Volkswagen realmente está considerando a produção da picape Atlas Tanok. Mostrada como conceito no Salão do Automóvel de Nova York, Hinrich Woebcken CEO da VW América do Norte, disse recentemente à publicação britânica Autocar que “A Atlas Tanoak se encaixa bem na marca, porque nós queremos mais clientes nos EUA".

Volkswagen Atlas Tanoak Pickup Concept

Neste fim de semana, a Volkswagen deu mais um passo no sentido de tornar o conceito em carro de produção. Aproveitando os eventos de Pebble Beach, na Califórnia, a marca alemã levou a picape para apreciação do público e também para que alguns jornalistas pudessem conhecê-la em plena luz do dia.

Leia também

Para se ter uma ideia do seu porte, a Atlas Tanoak mede 5.438 mm de comprimento, 2.030 mm de largura e 1844 mm de altura, ou seja, é 184 mm mais longa, 86 mm mais larga e 10 mm mais baixa que o Amarok. A distância entre-eixos da Tanoak é de 3.260mm, enquanto a irmã menor tem 3.095 mm. Com a carroceria em cabine dupla de quatro portas, a Tanoak tem caçamba com 1.627 mm de comprimento e 1.450 mm de largura. A capacidade de carga pode chegar a 1.050 kg.

Além das medidas, a grande diferença entre as duas é a construção. Enquanto a Amarok é construída sobre chassi, a Atlas Tanoak é feita sobre a plataforma MQB e aproveita muito do SUV Atlas, já vendido nos Estados Unidos. Da coluna B para frente, a picape é muito semelhante ao Atlas.

Volkswagen Atlas Tanoak Pickup Concept

O interior também é bem mais sofisticado, fazendo amplo uso de telas de alta resolução no quadro de instrumentos e sistemas de entretenimento. Claro que em todo o conceito há exageros, mas a Atlas Tanoak parece ter elementos muito próximos de um carro de produção. 

O conceito é equipado com o motor 3.6 V6 a gasolina de 280 cv e 37,4 kgfm, combinado ao câmbio automático de 8 marchas e tração integral 4Motion, mesmo conjunto utilizado pelo Atlas.

No evento, o porta-voz da Volkswagen, Martin Hube, disse que se a picape receber sinal verde, sua produção poderia acontecer em apenas dois. 

Um dos pontos mais elogiados e cruciais para está decisão está amparada no visual. O conceito agradou muito, principalmente pelas soluções com o uso de LED na dianteira e traseira. O design conseguiu transmitir modernidade aliado ao porte mais avantajado, algo desejável pelos consumidores deste segmento. Nos Estados Unidos, há o tradicionalismo das marcas locais, mas neste caso, a beleza pode ser fundamental.

E vocês leitores, acham que a Atlas Tanoak Pick-up deveria se tornar realidade?

Galeria: Volkswagen Atlas Tanoak Concept