Grupo é descrito como muito atrasado em relação aos rivais no quesito eletrificação

Com anúncio oficial programado para o próximo dia 1º de junho, o plano estratégico de 5 anos traçado por Sergio Marchionne para a FCA será focado principalmente em eletrificação. Considerada por muitos especialistas como 'atrasada' nesse quesito na comparação com rivais de mesmo porte, a empresa apostará pesado no lançamento de modelos híbridos e elétricos, de modo a superar erros do passado (como o fiasco com o Fiat 500e) e alinhar o portfólio com as novas tendências do mercado. 

Sobre a FCA:

Informações detalhadas sobre as ações da marca ainda são limitadas, mas é consenso entre especialistas a necessidade urgente de marcar território nesse segmento. "A FCA está muito atrás dos rivais em veículos híbridos e elétricos e eles precisam pisar no acelerador para convencer os investidores de que podem fechar essa lacuna", disse recentemente Andrea Pastorelli, do fundo 8a+ Investimenti.

Fiat 500e

O próprio Marchionne tem consciência dessa responsabilidade e deverá apostar na eletrificação como última grande cartada à frente do grupo, já que se aposentará em 2019. Até então, a Maserati era apontada como grande escolhida para liderar essa virada elétrica dentro do grupo, mas os planos nunca se concretizaram. Em previsões anteriores, o executivo prometeu que metade da gama FCA incorporaria elementos de eletrificação até 2022 - algo que parece longe da realidade.

Todos os detalhes sobre o novo plano serão divulgados nesta sexta-feira.

Fonte: Autoblog

Galeria: Fábrica FCA - Goiana (PE)