Hatch agora tem preço inicial de R$ 77.247, com motor 1.0 TSI de 125 cv. Jetta parte de R$ 93.936.

Silenciosamente, a Volkswagen mexeu no configurador do site para retirar o Golf equipado com motor 1.6 e do Jetta na versão 1.4 TSI manual. Ambos eram cotados para sair de linha há tempos, pelo baixo apelo nas vendas e para afastar os dois dos modelos que ficarão logo abaixo, o hatch Polo e, a partir do ano que vem, o sedã Virtus.

Leia também:

A morte do Volkswagen Golf 1.6 era aguardada há um ano, quando a marca lançou o hatch com o motor 1.0 TSI de 125 cv com preço muito próximo. Criada para ser a versão de entrada, essa configuração com o 1.6 MSI de 120 cv e 16,8 kgfm nunca alcançou o sucesso nas vendas, por seu desempenho muito abaixo das duas opções 1.0 e 1.4 turbinadas.

A volta dos que não foram - Tucson e Golf 1.6

Sem o 1.6, o Golf mais barato é o Comfortline equipado com o 1.0 TSI de 125 cv, comercializado por R$ 77.247. No momento, conta somente com o câmbio manual de 6 marchas. Isso deve mudar em breve, pois o Polo estreou a combinação deste motor com o Tiptronic automático de 6 posições. Não faz sentido que um hatch mais barato fique com a exclusividade dessa mecânica. Além do mais, há um espaço enorme de R$ 24.713 entre o 1.0 Comfortline e o 1.4 Highline, que custa R$ 101.960. Porém, essa nova versão deve aparecer somente em 2018, quando chega a linha reestilizada do hatchback.

No caso do Jetta, a versão eliminada foi a Trendline, vendida com o motor 1.4 TSI nas configurações com câmbio manual ou automático, ambos de 6 marchas. Além de vender menos do que as variantes automáticas (preferência do público entre os sedãs médios), faz com que o preço inicial do carro parta de R$ 80.741 para R$ 93.936 – o que dá mais espaço para a versão topo de linha do Virtus, sedã que ficará logo abaixo do Jetta.

Surpresa! Já andamos no VW Golf 1.6 MSI nacional

Foto de: Daniel Messeder