Tricampeão diz que barulho feio dos motores tirou uma das características que mais atraíam fãs

Falando à BBC nesta quarta-feira (22), Lewis Hamilton disse que os atuais motores híbridos têm som "terríveis", e que o novo ruído do motor de um Fórmula 1 foi uma das principais razões pela piora do espetáculo do esporte. "Eu disse uma e outra vez que eu acho que terrível", disse Hamilton quando perguntado sobre o ruído do motor. "Mas a maioria das pessoas diz 'oh, não é tão ruim'. Mas minha opinião é esta."

Leia também:

"Quando fui para um GP em Spa, em 1996, entrei no paddock e Michael [Schumacher] passou com o V10  da Ferrari. Aquilo literalmente rugiu no meu peito. Eu fiquei ainda mais viciado do que quando só assistia pela TV. Era como um jato de guerra. "Não é a única coisa que os fãs adoram, mas é algo importante na Fórmula 1. Tire isso e hoje é triste ver os carros como estão agora, em termos de som."

 

Kubica está pronto para dirigir F1 novamente

 

Grandes esperanças nos novos proprietários

Hamilton disse que esperava que os novos proprietários do esporte, da Liberty Media, escutassem mais os fãs para o futuro. "Eu não sinto que a Fórmula 1 esteja ganhando, não tem sido assim há algum tempo", disse Hamilton. "Isso tem a ver com mudanças de regras, com não fazer com que os fãs se envolvam o suficiente. Ainda há um grande audiência para a Fórmula 1 e estou animado com os novos proprietários que entraram. Estou esperando que eles façam algo novo. Sangue novo, novas ideias, novas maneiras de envolver os fãs. A F1 está um pouco desatualizada, se você olhar para outros esportes que estão mais à frente no campo do entretenimento. A Fórmula 1 está se recuperando, e eles têm muito o que fazer", disse o tricampeão.

Fotos: Motorsport

Mercedes F1 2017