Motor refrigerado a ar nasce com o Fusca e tem legião de fãs pelo mundo

No Brasil, eventos de fãs dos motores arrefecidos a ar, os “Air Cooled”, atraem um público cada vez maior. Se há poucos anos esses carros nem tinham status de antigos, hoje a legião de quem gosta dos modelos nacionais que usam o clássico motor boxer não para de crescer. Afinal, temos um caso de amor por Fuscas, Kombis, Brasilias e até clássicos mais raros como o TL, SP2 e o 1.600 4 portas (Zé do Caixão) e Karmann-Ghia, sem falar no Puma, no Gurgel e tantos outros. Mas qual é a origem desse termo? O que significa de fato Air Cooled? E de onde vem essa denominação?

Do termo em inglês, Air Cooled quer dizer “arrefecido a ar”, refrigerado a ar, que é o sistema que usa o próprio ar para refrigerar o motor. Essa solução surgiu no final dos anos 1920, fruto do projeto de Ferdinand Porsche, que aprimorou a ideia para usar em um carro de produção barata, simples e fácil de manter, o Fusca, que foi financiado por Adolf Hitler. Porsche no entanto, só aprimorou a ideia após ter trabalhado em fabricantes de veículos.

A origem

Porsche usou ideias em voga na época como o projeto T-97 adotado pela fabricante Tatra, e também do projeto de carro popular de Josef Ganz, que usava motor traseiro refrigerado a ar e um carro com linhas arredondadas. Antes do Fusca, Porsche trabalhou na Daimler-Benz, e também na Zünddap e NSU, que tinha projetos de carros populares. Por isso é importante lembrar que “motor a ar” é um termo errôneo e sim refrigerado a ar, já que um motor a combustão não é abastecido com ar e sim com gasolina, ou etanol, diesel e suas misturas.

História do motor a ar

No motor a ar, o oxigênio é induzido a circular pelo motor refrigerando o propulsor em conjunto com o óleo, que ajuda a reduzir a temperatura de trabalho. As aletas do motor ajudam a diminuir a temperatura ao captarem mais ar para dentro do motor. Ao eliminar o radiador, o motor fica mais leve razão pela qual as motocicletas de baixa cilindrada sejam arrefecidas a ar até hoje.

Multiplique o sucesso

A simplicidade dos motores a ar fizeram do Fusca um sucesso, como se sabe, assim que a II Guerra Mundial terminou. Nos anos 1950, a demanda pelo Fusquinha explodiu no mundo inteiro impulsionando também a Kombi, que usa a mesma base do Fusca e igualmente o motor a ar. Foi nesse ano que as primeiras unidades do Fusca e da Kombi desembarcaram no Brasil. Ainda nos anos 1950, o projeto do Karmann Ghia faria o grupo Volkswagen pensar na boa rentabilidade de expandir a aplicação do motor a ar em outros veículos.

História do motor a ar

Nos anos 1960, viriam outros modelos da linha Volkswagen como a perua Variant, sedãs compactos e hatchbacks com inúmeras variações. Estas mesmas vantagens fizeram dos VW um sucesso instantâneo no Brasil. A montagem de carros começou logo em 1953 sendo que quatro anos depois a Volkswagen nacionalizava a Kombi e depois o Fusca.

Movimento Air Cooled

Nos Estados Unidos, o Fusca e a Kombi fizeram sucesso entre os jovens na década de 1960, especialmente na Califórnia. Sem radiador em um local quente, esses carros baratos eram adorados por hippies que viam na simplicidade dos carros VW a popularização do automóvel. O carro do povo também era um movimento de se contrapor aos modelos americanos com motor V8, grandes, símbolo da classe média. Assim, o movimento “Air Cooled” nasce a partir de fãs dessa simplicidade, baixo consumo de combustível e das vantagens de um carro simples capaz de ir muito longe.

História do motor a ar

Já nos anos 1960, a customização de carros da linha Volkswagen cresceu entre hippies, surfistas e compradores jovens de automóveis nos Estados Unidos. Kombis, Fuscas e as peruas Variant eram carros de uma turma inteira. Acessórios como os vidros Safari, luzes auxiliares, a adoção de cortinas especialmente na Kombi, modificação do tecido usado nos bancos, tudo isso é válido entre os fãs dos carros Air Cooled.

Evento no Anhembi

Os fãs da linha Air Cooled terão um ponto de encontro no próximo domingo, 27/10, no estacionamento do Anhembi, onde são esperados mais de 1.000 veículos. Será um evento gratuito e aberto a todos os donos de carros com motor refrigerado a ar como Fusca, Kombi, Brasília, Variant, TL, Karmann Ghia, SP2 e 1600 4 portas. O evento será realizado em uma área ao lado do Feirão Auto Show Anhembi, maior feirão de carros usados do país que acontece todo domingo das 6h às 13h. Haverá mercado de pulgas com exposição de peças e acessórios e música ao vivo.

O AutoShow Collection é parceiro do Motor1.com Brasil. O evento acontece sempre na primeira terça-feira de cada mês. Reúne carros clássicos e modificados no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo (SP). Para mais informações, acesse www.autoshowcollection.com.br 

Galeria: História do motor a ar