Fábrica em São Carlos (SP) monta os 1.0 e 1.6 aspirados, e os 1.0 e 1.4 turbo flex usados por quase toda a linha da marca no Brasil

A fábrica da Volkswagen do Brasil de São Carlos (SP), alcançou nesta semana a marca de 2 milhões de motores EA211 produzidos, família de propulsores que conta com os 1.0 MPI, 1.6 MSI, 1.0 TSI e 1.4 TSI flex. Com cerca de 900 mil unidades rodando em território nacional, equipam quase todos os carros da marca produzidos na América Latina.

A família EA211 de motores da Volkswagen começou a ser feita em São Carlos com o 1.0 MPI de três cilindros em 2013, equipando o VW Fox Bluemotion e, no ano seguinte, o finado Up!, sendo levado para Gol e Voyage em seguida. Ainda em 2014, o complexo iniciou a produção do 1.6 MSI para Gol, Voyage, Saveiro e Golf.

Volkswagen Taos 2022 - Traseira

O primeiro motor turbo desta família foi o 1.0 TSI flex, lançado em 2015 e que estreou no Up!. Com o tempo, foi equipando cada vez mais carros da empresa, como o Golf 1.0 TSI durante um tempo, e agora é usado em Polo, Virtus, T-Cross e Nivus. O 1.4 TSI de 150 cv começou a ser produzido em São Carlos em 2016, levado para modelos como Tiguan, T-Cross e, nos próximos meses, no inédito Taos.

“Este marco de dois milhões de motores da família EA211 mostra a relevância que a fábrica tem para a região e Grupo, já que, além de abastecermos o mercado interno, também exportamos os motores TSI para Argentina, México e Espanha”, declara Cesar Drazul, gerente da fábrica de São Carlos.

Estes motores trouxeram algumas novidades para a linha da marca. Foram os primeiros a usar o sistema E-Flex, abandonando o tanquinho de gasolina para partida a frio quando o carro estiver abastecido com etanol. Foi projetado para reduzir o peso e o atrito interno dos veículos e também ficaram menores e mais leves com a adoção de bloco e cabeçote feitos em alumínio. Ele contém quatro válvulas por cilindro e sistema variável de válvulas na admissão.

Desde o lançamento do Polo em 2017, a Volkswagen passou a adotar uma nomenclatura para indicar qual é o motor usado, usando a sigla TSI dos motores turbo acompanhado por números que representam o torque gerado em newton-metro. Por exemplo, o Polo utiliza o 200 TSI, que é o 1.0 turbo com 200 nm de torque, equivalentes a 20,4 kgfm.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com