Uma vez por ano, um júri internacional de jornalistas automotivos se une, via internet, para eleger os melhores automóveis do planeta. É o prêmio mundial do carro do ano, o World Car Awards (WCA), realizado desde 2005 e que tem como base o neutro Canadá. Desta vez, foram 93 votantes, de 28 países (o único representante brasileiro é o repórter que vos escreve).

Na edição 2021 do WCA, cujos resultados foram anunciados ontem, o grande vencedor foi o Volkswagen ID.4, levando o troféu principal - o World Car of the Year. O ID.4 foi escolhido a partir de uma lista inicial de 14 carros elegíveis. Lançado na Europa, na China e nos EUA no ano passado, o SUV elétrico superou os finalistas Toyota Yaris (de quarta geração, que não é vendido no Brasil) e Honda-e.

Galeria: Volkswagen ID.4 2021

Segundo fruto da nova família de elétricos da Volkswagen, o ID.4 é um símbolo da acelerada transição da marca alemã para os carros "a bateria". Com 4,58m de comprimento, tem porte e estilo de um SUV convencional, tão ao gosto do mercado mundial. Instalado na traseira, seu motor rende entre 148cv e 203cv, dependendo da versão. A autonomia varia 346km a 522km, segundo o pacote de baterias escolhido. 

Já se fala até que o ID.4 será fabricado em Puebla, no México, já que as linhas de produção do modelo na China e na Alemanha não estão conseguindo atender à demanda.

AS OUTRAS CATEGORIAS

O Honda-e não ganhou o troféu principal mas ficou com o prêmio de World Urban Car, para carros compactos e de uso urbano. Produzido no Japão, o carrinho 100% elétrico tem visual retrô inspirado em seus ancestrais dos anos 70, como o Civic 1973. Na cabine, o saudosismo se une à tecnologia atual: telas digitais ocupam o painel de ponta a ponta. O melhor é que o Honda-e tem motor e tração traseiros - são 135cv a 153cv, dependendo da versão. Os outros finalistas foram as novas gerações do Toyota Yaris e do Honda Fit (que não chegaram ao Brasil).

honda e
Honda-e eleito como World Urban Car 2021

Na categoria World Luxury Car, para carros de alto luxo, venceu a nova geração do Mercedes-Benz Classe S, levando vantagem sobre os também finalistas Polestar 2 e Land Rover Defender. Pesou na escolha o alto nível de automação do modelo e itens pioneiros como airbags frontais para os ocupantes dos bancos traseiros, sem falar no luxo e no acabamento impecável.

Mercedes-Benz Classe S 2021 - Frente
Mercedes-Benz Classe S 2021 venceu a categoria de alto luxo

Em World Performance Car, para esportivos, foi eleita a nova geração do Porsche 911 Turbo (codinome 992). O icônico 911 evolui aos poucos, mantendo seu DNA e as características de supercarro que pode ser dirigido no dia a dia. Lançada no ano passado, a versão Turbo tem motor de 580cv. E há ainda a Turbo S, de 650cv. Os outros finalistas foram o vitaminado crossover Audi RS Q8 e o Toyota GR Yaris - este, aliás, foi uma bela surpresa, com tração integral e o motor de três cilindros mais potente do mundo (261cv)!

Porsche 911 Turbo S (Brasil)
Porsche 911 Turbo S venceu a categoria World Performance Car

Por fim, o World Car Design of the Year: prêmio para o novo Land Rover Defender, com suas linhas que conseguem evocar o passado todo-terreno, mas sem cair na armadilha do retrô. A equipe de Gerry McGovern caprichou em cada detalhe, como as lanternas traseiras e os materiais usados no interior. Assim, o novo Defender superou os finalistas Honda-e (olha ele aí de novo!) e Mazda MX-30 na categoria de melhor design do ano.

Teste: Land Rover Defender 110 P300 (BR)
Novo Defender venceu como World Car Design of the Year

A lista completa dos carros - com pontuações, regras e lista de jurados - está no site oficial do World Car Arwards

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com