Além do visual revisado, ele substitui o 2.0 turbo com uma tecnologia inédita no país

Durante o Salão do Automóvel de 2018, a Honda anunciou que teria 3 modelos híbridos em nosso mercado até 2023. O primeiro aparece agora, com lançamento no começo do 2º semestre, o Honda Accord e:HEV. Ele substituirá o Accord com o 2.0 turbo em nosso mercado e trará também uma leve reestilização do sedã grande, já aplicada no exterior. 

O Honda Accord e:HEV é o primeiro híbrido da marca japonesa por aqui e nos apresenta uma tecnologia diferente do que temos, por exemplo, no Toyota Corolla Hybrid. Chamada de e:Technology, tem um motor 2.0 aspirado a gasolina com 2 elétricos inseridos em uma transmissão que é a alma de todo o sistema com um funcionamento que sai do comum de outros híbridos do mercado e promete ser mais eficiente.

Honda Accord e:HEV (híbrido)
Honda Accord e:HEV (híbrido)

O sistema é composto pelo motor 2.0 aspirado de ciclo Atikinson (um ciclo mais eficiente de combustão, mas que gera menos potência) com 145 cv e 17,8 kgfm de torque e pelo E-CVT, uma transmissão que guarda os 2 motores elétricos, poucas engrenagens e uma embreagem hidráulica, algo até que simples diante da complexidade de outros sistemas. Segundo a Honda, esta simplicidade é que garante a eficiência energética, com poucas perdas em todo o processo. 

Galeria: Honda Accord e:HEV (híbrido)

Híbrido, mas quase elétrico

O grande diferencial do Honda Accord e:HEV é a atuação dos sistemas. Em nenhum momento o motor 2.0 de 145 cv funcionará com o elétrico de propulsão de 184 cv e 32,1 kgfm, então não há um número de potência combinada divulgada pela marca. Em boa parte do uso, o Accord híbrido utilizará o elétrico de propulsão para se movimentar, mandando a força quase diretamente para o diferencial da transmissão. Ele é alimentado por uma bateria instalada sob o banco traseiro (1,3 kWh, a mesma capacidade da bateria do Corolla Hybrid) e pela energia gerada por um motor gerador, o segundo elétrico que está no E-CVT. 

Honda Accord e:HEV (híbrido)

Este segundo motor elétrico gera energia alimentado pelas desacelerações e pelo motor 2.0 aspirado. Sim, o motor a gasolina serve como um gerador de energia que alimenta o motor de propulsão e não há a possibilidade de recarga externa. Em velocidades de cruzeiro mais altas, o 2.0 assume a função de propulsão com uma relação única de transmissão, acionada por uma embreagem hidráulica, funcionando como um overdrive. Não há uma relação com mais de 1 marcha, apesar de não ser direta entre motor e diferencial. 

Honda Accord e:HEV (híbrido)

O Accord híbrido tem 3 modos selecionados automaticamente: EV Drive (100% elétrico), Hybrid Drive e o Engine Drive. O motorista pode selecionar o nível de regeneração de energia pela aletas atrás do volante, com 4 estágios, algo bem parecido com o que temos no Audi e-Tron. Entre os modos de condução, há o ECON e o Sport.

Segundo o Inmetro, o Honda Accord e:HEV tem consumo (com gasolina) de 17,6 km/litro na cidade e 17,1 km/litros na estrada. 

Mudanças visuais e em equipamentos

O Honda Accord híbrido também traz ao Brasil a leve reestilização feita no exterior. A mais perceptível está na dianteira, com novo parachoque, grade e novos faróis de neblina em LEDs, além do novo desenho das rodas de 17". Na traseira, mudança na parte inferior do parachoque e o logo e:HEV identificando a novidade.

Honda Accord e:HEV (híbrido)

Por dentro, o Accord recebe nova funções no painel de instrumentos e sistema multimídia, mostrando a ação do sistema e:HEV. Em conectividade, o sedã adiciona espelhamento sem fio para Apple CarPlay e Android Auto e um carregador por indução mais potente, com 15W, e 2 portas USB para os ocupantes traseiros.

Honda Accord e:HEV (híbrido)
Honda Accord e:HEV (híbrido)

O sistema de auxilio de condução Honda Sensing foi melhorado, com frenagem automática em baixas velocidades e manobras, além de recalibração do assistente de faixa e do piloto automático adaptativo, mais precisos. O Accord híbrido adiciona também o alerta de presença no banco traseiro, evitando esquecer crianças ou objetos ao trancar o carro. 

Preços não foram divulgados e o lançamento do Honda Accord e:HEV acontece no começo do 2º semestre, substituindo o Accord Touring com o motor 2.0 turbo de 256 cv, 37,7 kgfm de torque e câmbio automático de 10 marchas. Como referência, ele custa hoje R$ 257.900, faixa que o híbrido deve chegar próximo. 

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com