Motor fará estreia nos Jeep Renegade e Compass. Marca ainda confirma 1.0 turbo, que virá no 2º semestre

Os tão esperados novos motores turbo da Stellantis finalmente chegarão ao mercado. A empresa dona da Fiat, Jeep, Citroën e Peugeot, iniciou a produção da linha de motores GSE Turbo em Betim. O primeiro deles será o 1.3 turbo de quatro cilindros, que inicialmente equipará os Jeep Renegade e Compass. O grupo também confirma que este propulsor terá 180 cv e 27,5 kgfm de torque na versão nacional. A estreia está prevista para ainda no 1º semestre.

"A Stellantis abre uma nova era para nossa presença sustentável na América Latina e o início da produção desse motor GSE Turbo de classe mundial é uma grande notícia para a economia brasileira. Estou convencido de que nossos talentosos e comprometidos funcionários farão o possível para garantir a satisfação de nossos clientes”, disse o CEO da Stellantis, Carlos Tavares, que veio ao Brasil pela primeira vez desde que assumiu o comando da empresa, em janeiro.

Galeria: Fiat - Fábrica de motores turbo em Betim (MG)

“A inauguração desta planta de motores turbo representa um passo estratégico na direção de ampliarmos nossa presença na América Latina. Também traz muitas possibilidades para nossa gama de produtos, pois os motores GSE Turbo reúnem as melhores tecnologias de desempenho e sustentabilidade, com ganhos no consumo de combustível e redução de emissões. Esta nova produção será fonte de grande orgulho e motivação para todos nós”, afirma Antonio Filosa, COO da Stellantis para a América do Sul.

A nova fábrica de motores da Stellantis em Betim é fruto de um investimento de R$ 400 milhões, usado não só na construção como também em pesquisa e desenvolvimento, e investimento em fornecedores, com uma capacidade anual de 100 mil motores. A primeira fase será exclusivamente para o 1.3 turbo, que já começou a ser produzido, deixando o 1.0 turbo para o segundo semestre, quando a empresa fará um aporte de mais R$ 100 milhões para instalar mais uma linha de montagem.

Como o novo motor 1.3 GSE Turbo começou a ser montado, a empresa também divulgou algumas informações sobre ele. Irá gerar exatos 180 cv e um torque máximo de 27,5 kgfm quando abastecido com gasolina, usando uma taxa de compressão de 10.5:1. Traz a tecnologia MultiAir, utilizando um sistema eletro-hidráulico que permite controlar a duração e elevação das válvulas de admissão, e da carga do motor.

Para garantir um bom desempenho, a Fiat praticamente desenvolveu de novo o motor, agora com um turbocompressor de baixa inércia e volume de ar reduzido entre o compressor e o coletor de admissão. O coletor de escapamento integrado reduz o turbo lag e o tempo de aquecimento do motor e do catalisador, favorecendo o tempo de resposta e um menor consumo de combustível junto com uma rápida reposta ao controle de emissões. Ainda utiliza uma válvula wastegate eletrônica, para ter um controle maior da sobrealimentação.

O mistério agora é sobre qual a transmissão que será utilizada, com os rumores mais recentes apontando para um automático de 6 marchas. Este motor será usado pelos Jeep Compass, Renegade e o inédito modelo de 7 lugares, além da picape Fiat Toro reestilizada.

Este 1.3 turbo será usado para começar a dar adeus a outros dois propulsores da empresa. Um deles é o 1.8 E.torq aspirado de 139 cv e 19,2 kgfm, ainda utilizado pelos Fiat Argo e Cronos, e pelo Jeep Renegade - bora a dupla da Fiat deva utilizar o inédito 1.0 turbo como substituto do 1.8. O segundo será o 2.0 Tigershark aspirado de 166 cv e 20,5 kgfm, que vem importado do México e é utilizado somente pelo Compass.

No 2º semestre será a vez do 1.0 turbo de três cilindros, com desempenho ainda desconhecido e que deve fazer sua estreia no primeiro SUV nacional da Fiat, que será revelado em até maio. Depois disso, será adotado também por Argo e Cronos. Existe também a possibilidade de que a seja utilizado no inédito SUV de entrada da Citroën e, em um segundo momento, no Peugeot 208.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com