O meio termo entre o Q3 Sportback e o Q8, oferece um visual elegante sem penalizar o espaço interno

BMW X4 e Mercedes GLC Coupé têm um novo rival. Ele é o novo Audi Q5 Sporback, a derivação coupé do Q5, que inclusive foi renovado recentemente. O CUV - como o definem na Audi, ou seja, uma sigla para Crossover Utility Vehicle - repropõe o que já foi visto na chegada do Sportback do Q3, ou seja, uma carroceria que, a partir do pilar central, assume uma forma totalmente nova.

O Q5 Sportback, que é produzido na fábrica de San José Chiapa, México, será lançado em diversos mercados a partir do primeiro semestre de 2021.

É tudo uma questão de design

O impacto estético é o que desempenha um papel fundamental na fase de escolha da compra e a Audi não esconde que a "receita Sportback" serve sobretudo para agradar o paladar de quem procura um SUV pouco convencional. Como antecipado, é na vista lateral que notamos as diferenças em relação ao Q5, com um vinco nas portas que forma a linha ondulada e arredondada da cintura e dá forma ao novo volume traseiro.

Galeria: Audi Q5 Sportback 2021

A coluna C é obviamente mais inclinada, assim como o vidro traseiro. A tecnologia dos faróis traseiros é a mesma que estreou com o Q5, ou seja, o OLED. São diodos emissores de luz orgânicos divididos em três núcleos que, durante a fase de configuração, permitem escolher entre três estruturas de luz diferentes.

Audi Q5 Sportback

Além disso, elas assumem uma assinatura específica quando a seleção dinâmica é usada - o seletor para modos de direção - e, quando o carro está parado, eles sinalizam para os carros que se aproximam quando eles estão chegando muito perto, ligando todos os segmentos.

A altura não muda, nem o interior

O novo Q5 Sportback é 8 milímetros mais longo que seu irmão tradicional, enquanto a altura e a largura permanecem inalteradas (respectivamente 1,89 e 1,66 metros), assim como a distância entre eixos, que é de 2,82 m.

Audi Q5 Sportback

Por isso a habitabilidade e a capacidade de carga, apesar da curvatura do teto, permanecem quase inalteradas: o porta-malas parte de um mínimo de 510 litros que sobe para 570 com o banco traseiro deslizante opcional e chega a 1.480 litros quando estão completamente rebatidos. Para facilitar o carregamento, o Q5 Sportback pode ser equipado com suspensão eletrônica que, com um comando do porta-malas, reduz a altura em 55 mm.

Audi Q5 Sportback

Por dentro não há diferenças em relação à versão atualizada do Q5: atrás do volante está o Virtual Cockpit com uma tela de 12,3", enquanto a tela central de 10,1" está equipada com aviso sonoro ao tocar.

Audi Q5 Sportback
Audi Q5 Sportback

Entre as muitas funções que ele integra e pode integrar (algumas podem ser encomendadas posteriormente, desbloqueando-as por uma taxa), há também o Amazon Alexa.

Sistema híbrido-leve 

Na Europa, o primeiro motor disponível será o 2.0 TDI quattro S tronic com 204 cv e 40,8 kgfm de torque combinado com tecnologia híbrida leve de 12 Volts. Para outros mercados, como o brasileiro e norte-americano, as opções a gasolina equiparão as versões normal e S, com motores de quatro e seis cilindros, respectivamente.

Como padrão, o Q5 Sportback virá equipado com o sistema híbrido-leve formado pelo motor 2.0 TFSI de quatro cilindros que produz 261 cv 37,7 kgfm. Já a versão SQ5 Sportback receberá o motor V6 de 3,0 litros mais potente com 349 cv e 51 kgfm.

Audi Q5 Sportback
Audi Q5 Sportback

A transmissão será apenas a automática S tronic de sete velocidades (manual não será oferecida) e a tração integral quattro está equipada com a tecnologia ultra: a tração é basicamente nas rodas dianteiras, mas duas embreagens são integradas para transferir o torque quando necessário também atrás. A suspensão esportiva também é padrão em todas as versões, enquanto a direção dinâmica e a suspensão pneumática adaptativa serão opcionais.

Como as vendas começam apenas em 2021, os preços ainda não foram divulgados, mas podemos esperar valores ligeiramente acima da versão Q5 convencional.