SUV compacto terá mudanças na base para ganhar versão totalmente elétrica

Apesar de estar vendendo bem no Brasil, o BMW X1 não atravessa exatamente um bom momento no mercado global. Tanto na Europa quanto nos EUA, ele está atrás de rivais como Audi Q3 e Volvo XC40. Suas vendas não são ruins, mas poderia estar numa posição de mais destaque. O lado bom é que a marca já trabalha numa nova geração para o crossover compacto.

Avistado novamente em testes, desta vez nas ruas da Alemanha, o novo BMW X1 ainda está bem camuflado. Mas isso não significa que não tenhamos informações de como ele irá mudar no ano que vem. O SUV ficará maior e terá uma versão 100% elétrica, como parte do plano de oferecer ainda mais modelos EV nos próximos anos. A apresentação é esperada para acontecer entre o final de 2021 e o começo de 2022.

Galeria: BMW X1 2022 - Novos flagras

Ao menos por enquanto, o novo X1 parece ter crescido em relação ao modelo atual. Ele será baseado em uma versão modificada da plataforma UKL de tração dianteira, chamada FAAR, que é preparada para oferecer modelos eletrificados, tanto híbridos quanto elétricos. Esta unidade em questão deve usar um motor não-eletrificado, já que não traz os adesivos amarelos obrigatórios  para indicar carros com baterias de íon-lítio.

A fabricante de Munique já confirmou oficialmente que o X1 terá uma versão totalmente elétrica na próxima geração. Ela será oferecida juntamente com as versões convencionais e também com uma variante híbrida plug-in, que chegará em um segundo momento após o lançamento.

Falando em estreia, nossas fontes dizem coisas diferentes sobre a apresentação do novo BMW X1. Alguns dizem que será no final de 2021, enquanto outros falam que já foi adiado para o começo de 2022. Inicialmente, será lançado com motores turbo de 3 e 4 cilindros, e podemos esperar pela transmissão automática de 8 marchas como única opção de câmbio.