Nova geração do cupê atrasou, mas promete compensar a espera com um motor 3.0 V6 biturbo de 400 cv

No final de maio, a Nissan anunciou seu grande plano para voltar a lucrar ao cortar custos e investir em uma linha renovada de produtos para ser mais competitiva. O plano de quatro anos, q e prevê que a "Nissan lançará 12 novos modelos em 18 meses e cortará produção em 20%", trará reestilizações e novas gerações de diversos carros. Entre eles está o novo Nissan Z.

Ainda sem data de estreia definida, a nova geração do Nissan Z, que supostamente será batizada como 400Z, era esperada para 2021, já que a marca prometeu uma dúzia de novos carros para os próximos 18 meses. No entanto, o site da Auto Express trouxe uma notícia preocupante, afirmando que a empresa está focando em alguns modelos mais populares, como a nova geração do X-Trail, o SUV elétrico Ariya e o compacto Magnite, deixando o esportivo para depois.

Galeria: Nissan 400Z 2021 - Projeção

Fora dessa lista de 12 modelos até o fim de 2021, o novo 400Z - ou seja lá qual será o seu nome - não será revelado até o final de 2022. A Auto Express alega que ele pode até ser mostrado no final do ano, mas só chegaria às concessionárias em 2023, coincidindo com o aniversário de 15 anos do 370Z. A reportagem bate de frente com uma declaração de um mês atrás, feita por Ivan Espinosa, vice-presidente de estratégia de produto global da Nissan, que disse que o esportivo estava bem próximo de ser apresentado.

O que suporta essa informação sobre a data de estreia do 400Z é o fato de que ele ainda não apareceu em testes em nenhum lugar do mundo. Por outro lado, há quem acredite que ele será um 370Z com novo visual e algumas mudanças mecânicas, sem trocar realmente de plataforma. Outra razão pode ser a pandemia ter afetado o desenvolvimento do veículo.

Já vimos algumas especulações sobre o esportivo, como o fato de que pode adotar o motor 3.0 V6 biturbo do Infiniti Q60 e que seria preparado para entregar 400 cv - por isso o nome 400Z. Também é dito que ele será oferecido tanto com transmissão manual quanto automática. Quando for lançado, o carro trará o novo logo da marca e irá enfrentar o BMW Z4 e o Toyota Supra, irmãos de projeto. Espinosa ainda disse que não terá uma variante eletrificada, pois a tecnologia "não está pronta para um esportivo."