Índice do CESVI Brasil aponta que a cesta básica de peças custa 28% menos que a dos concorrentes

O Centro de Experimentação e Segurança Viária (CESVI) trabalha em um índice chamado Car Group, que avalia o custo de reparação de veículos após acidentes frontais e traseiros. O último modelo a entrar para o ranking foi o Volkswagen Nivus, que já conquistou a primeira posição na categoria dos crossovers compactos, superando modelos como Jeep Renegade e Renault Duster. Segundo o CESVI, o Nivus tem peças 28% mais baratas e pode ser até 86% mais acessível na hora de consertar após uma colisão.

O índice Car Group do CESVI Brasil é feito com veículos cedidos pelas fabricantes. O grupo realiza testes de impacto a 15 km/h, contra 40% da frente esquerda e 40% da traseira direita, o que representa cerca de 75% dos acidentes de trânsito das grandes cidades. A partir daí, é feita uma avaliação dos danos causados e o quão fácil (ou não) será reparar o veículo.

Galeria: Volkswagen Nivus 2021 - Fotos oficiais

É feito um levantamento de quanto irá custar reparar tanto da frente quanto da traseira, o custo da cesta básica de peças e o tempo necessário para realizar o serviço completo. Com isso, o CESVI chega a uma nota que, quanto menor for o valor, melhor a colocação do carro dentro do ranking. O Nivus obteve nota 16, mesma média que o T-Cross.

Curiosamente, o CESVI separa as categorias dos crossovers compactos em duas, com “Utilitário esportivo” e “Utilitário esportivo compacto”. O Nivus aparece junto com apenas outro carro, o Caoa Chery Tiggo 2, que tem nota 60, na categoria dos SUVs compactos. Já o T-Cross está entre os SUVs, com Ford EcoSport, Renault Duster, Peugeot 2008 e Jeep Renegade.

VW Nivus Highline 2020 (Superteste)
VW Nivus Highline 2020 (Superteste)

O índice mostra que o custo básico da cesta básica do Nivus é de R$ 18.923,68. O tempo de reparo da colisão frontal dura, em média, 9,39 horas, enquanto o dano na traseira necessita de 2,4 horas para ser reparado. É menos do que o T-Cross, que precisa de 11,78 horas e 7,16 horas, respectivamente, além da cesta básica custar R$ 19.013.

Como o ranking leva em conta uma média de todas as notas, ele gera algumas situações curiosas. A cesta básica de peças do Ford EcoSport custa R$ 16.128,92, menos do que todos os outros crossovers da tabela, mas ele perde a posição final pelo tempo de reparo, que pode ser de até 44,43 horas no caso de uma colisão frontal.

Fotos: divulgação e arquivo Motor1.com