Modelo ainda está em fase de testes e irá rodar por mais de 1,8 milhão de quilômetros

Não o chame de Defender, mesmo que ele pareça muito com o clássico da Land Rover. Na verdade, até era para ter este nome, pois era a intenção de Sir James Arthur Ratcliffe, bilionário britânico que tentou comprar os direitos do modelo da Jaguar Land Rover. Como ele não conseguiu, decidiu juntar um time e criar este carro: o Ineos Grenadier. Sim, ele lembra muito o Defender, mas será bem mais do que isso.

Apesar de ter sido mostrado oficialmente, o Ineos Grenadier ainda é um projeto em desenvolvimento e esta apresentação serve mais para mostrar o design. Ao invés de ficar rodando com protótipos camuflados, a Ineos achou que seria uma boa ideia revelar logo o seu visual. Segundo Dirk Heilmann, CEO da marca, isso foi feito pois a Ineos é "uma empresa nova, construindo uma marca, e nós queremos levar as pessoas conosco nesta jornada excitante." Honestamente, é difícil argumentar contra uma ideia tão simples. 

Infelizmente, isso também significa que temos muito poucas informações sobre o Grenadier no momento. O design obviamente presta homenagem ao Defender antigo, mas a semelhança acaba por aí. A Ineos desenhou e construiu o Grenadier do zero como seu próprio carro, usando algumas medidas para cortar gastos como usar o mesmo design para os faróis e as lanternas.

Também foi feito para ser altamente personalizável, algo que será destaque na experiência de ter um desses. Isso vale tanto para os opcionais de fábrica quanto para os acessórios feitos pela empresa e por outras marcas. Parece que a Ineos sabe que os donos de carros 4x4 gostam de personalizar os seus carros.

Galeria: Ineos Grenadier

Para isso, o Grenadier foi feito como um utilitário off-road que a Ineos diz ter um propósito bem claro: encarar qualquer trilha. A linha de cintura conta com acabamento de borracha para proteção. A traseira recebeu uma tampa do porta-malas dividida e com abertura lateral, sendo que a porta da esquerda é usada para acessar itens pequenos. Quando as duas estão abertas, a Ineos diz que o Grenadier consegue carregar um pallet europeu - ele pesa 1.500 kg e tem 1,2 metro de comprimento.

Falando no interior, nós não sabemos de absolutamente nada sobre ele até agora. O mesmo acontece com a motorização, embora as imagens divulgadas indicam ter suspensão com eixo rígido tanto na frente quanto atrás. O par de saídas de escape sugere que terá um motor com uma boa potência (ou não iria precisar de duas ponteiras).

A Ineos ainda irá levar o Grenadier para testes, tanto no asfalto quanto na terra, por mais um ano de desenvolvimento. O objetivo é acumular mais de 1,8 milhão de quilômetros rodados enquanto procuram por partes que precisam ser melhoradas. Por isso, ele ainda não tem data para ser lançado comercialmente, e nem mesmo uma expectativa de preço.

Fotos: divulgação

Fonte: Ineos