Versão chinesa ganha nova grade frontal e usa motor 1.5 de 131 cv

Aos poucos a nova geração do Honda Fit começa a chegar a outros lugares do mundo. E é na China que ele mostra que a montadora japonesa está disposta a fazer concessões para agradar diferentes mercados. O grande destaque fica por conta do novo visual dianteiro com uma grade convencional ao invés do que é feito no modelo global. Além disso, ele será oferecido somente com o motor 1.5 aspirado de 131 cv, combinado ao câmbio CVT.

Os chineses poderão comprar o novo Honda Fit em duas versões: Sport e Crosstar. A Crosstar, como já dissemos, é uma variante aventureira que provavelmente fará o trabalho do WR-V. Já o Sport é o Fit convencional, com uma leve mudança no design. Ele traz uma grade frontal diferente, bem maior e que cobra todo o espaço entre os faróis. O para-choque também é diferente, com um novo desenho para a região dos faróis de neblina, além dele ser mais pontudo.

Honda Fit 2020
A versão global do novo Honda Fit...
Honda Fit 2021 (China)
...e a variante chinesa com nova grade e para-choque.

Outra diferença que ainda não tinha aparecido para o Fit é uma versão com motor não-eletrificado, que neste caso é o 1.5 aspirado de quatro cilindros. Segundos os dados de registro do governo chinês, ele gera 131 cv e trabalha com uma transmissão CVT, sendo conhecido pelo código L15BU. Vale lembrar que ouvimos rumores na Tailândia que o novo City receberá um motor chamado L15B, entregando cerca de 121 cv e que seria uma variante aspirada e sem injeção direta do 1.5 turbo do Civic. O mais provável é que o L15BU mantenha a injeção direta, justificando a diferença na potência.

Ainda não há fotos do interior, mas o site Auto Home diz que o Fit será vendido na China com painel de instrumentos digital e uma central multimídia desenvolvida especialmente para o país. Também contará com os equipamentos de segurança do pacote Honda Sensing, como controle de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência e mais.

Enquanto isso, no Brasil, a Honda deve mudar a estratégia com o Fit. Conforme apurado por Motor1.com, a nova geração do Fit ficou mais sofisticada e isso encareceu demais o projeto. Com isso, a aposta será no lançamento do City Hatch, feito para o mercado asiático e que irá brigar diretamente com o Toyota Yaris e os demais modelos do segmento. Já o Fit, se aparecer, deve chegar na versão Crosstar, ocupando o espaço do WR-V.

Foto: divulgação