Próxima geração do SUV está atrasada porque teve de voltar às pranchetas

Enquanto a nova geração do Hyundai Tucson já aparece praticamente pronta para o lançamento, seu primo Kia Sportage nem mesmo apareceu em testes ainda. Isso foge do que normalmente acontece, quando ambos são apresentados com uma curta diferença de tempo. E há relatos que esse atraso, além de ser por questões de design, pode ter sido um dos aspectos do pedido de demissão do designer-chefe do grupo

Chamada de NQ5, a nova geração do Kia Sportage deve ter duas carrocerias diferentes. Como já aconteceu no passado, uma versão com entre-eixos alongado está nos projetos do SUV, aumentando o espaço interno e porta-malas (mas sem entrar no segmento de sete lugares), com lançamento apenas para o mercado chinês. Mas se você pensou que esse atraso é por conta das paralisações devido à Covid-19, vamos com calma. O problema é um pouco mais sério. 

Segundo informações que circulam na internet, o Kia Sportage terá mudanças significativas em seu design. Um dos produtos mais importantes do grupo não pode perder vendas e isso parece ter levado o SUV a voltar às pranchetas para redesenho, o que culminou no pedido de demissão de Luc Donckerwolke, chefe de design da marca, no final de abril. Aparentemente, ele não gostou das mudanças sugeridas por seus superiores. 

Com isso, o novo Kia Sportage deve ser lançado apenas em meados de 2021. Ou seja, quase um ano após o novo Hyundai Tucson, que ainda emprestará sua plataforma para a nova picape Santa Cruz, a primeira monobloco da Hyundai com porte próximo ao da nossa Fiat Toro. O lançamento acontecerá primeiro nos Estados Unidos, um dos mercados mais exigentes em termos de picapes. Mas ainda não se sabe se a picape terá sua contraparte da Kia. 

Fotos: divulgação

Galeria: Kia Sportage - Gerações