Agora nacional, SUV compacto parte de R$ 70 mil na versão 1.0 turbo PCD e chega a R$ 112.000 na Premier 1.2 automática

O novo Chevrolet Tracker 2021 deveria começar a ser vendido somente no dia 21 de março, após a apresentação para a imprensa durante a semana. Porém, muitos concessionários já iniciaram as vendas do modelo, alguns até com pronta entrega da versão topo de linha Premier. Motor1.com teve acesso à tabela com os preços, versões e equipamentos do crossover compacto, que será vendido com valores entre R$ 82.000 e R$ 112.000 – e ainda terá uma versão PCD por R$ 70.000.

Nesta nova geração, o novo Chevrolet Tracker 2021 passa a ser produzido em São Caetano do Sul, ao invés de vir importado do México. Fruto do projeto GEM (Global Emerging Markets), ele foi desenvolvido junto com a chinesa SAIC e usa a mesma plataforma que o Onix e o Onix Plus. Também adota o mesmo motor 1.0 turbo, com a diferença que também oferece o 1.2 turbo nas versões mais caras.

Versões do Chevrolet Tracker 2021

Assim como foi com o Onix, o Tracker 2021 manteve os nomes LT, LTZ e Premier para suas versões. A novidade é que contará com configurações de entrada chamadas apenas de “Turbo”. Esta nomenclatura será usada para as variantes 1.0 manual, 1.0 turbo automática (exclusiva para PCD) e 1.2 automática. Logo acima estará o LT 1.0 turbo automático, enquanto o 1.2 pula para o LTZ automático. E, por fim, o topo da linha será o modelo Premier, sempre 1.2 e sem pedal de embreagem. Contará com uma variante para PCD logo na chegada às lojas, já que há muita demanda deste público por SUVs.

Galeria: Chevrolet Tracker Premier 2021 na concessionária

Equipamentos e itens de série do Tracker

Agora com produção nacional, a GM conseguirá oferecer o Tracker em grande volume e com um leque maior de versões, todas com uma lista de equipamentos bem completa para atrair os consumidores. Vem de série com seis airbags (frontais, laterais e de cortina), controle de estabilidade e tração, roda de liga leve de 16”, central multimídia MyLink 3 com tela de 8” e compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay, computador de bordo com tela TFT de 3,5”, conexão 4G Wi-Fi, direção elétrica e mais (veja mais abaixo a lista completa).

Chevrolet Tracker 2021 - Imagens do site

A versão LT adiciona start-stop, controle de cruzeiro, câmera de ré e partida por botão. Parte destes itens são usados no 1.2 Turbo, o mais básico com esta motorização, porém ele deixa a câmera de ré e partida por botão para a variante LTZ 1.2, que ainda ganha alerta de ponto, sensores de chuva e de luminosidade e mais. O Tracker Premier, o mais caro, é o único com carregador wireless para smartphone, ar-condicionado digital, estacionamento automático, frenagem automática de emergência, teto-solar panorâmico e outros.

No caso do Tracker 1.0 para PCD, ele traz os mesmo itens do modelo LT 1.0, como start-stop, câmera de ré, controle de cruzeiro, travas e vidros elétricos e mais. A tabela ainda indica que terá um pacote promocional com rodas de alumínio de 16”, rack no teto na cor prata, retrovisores elétricos na cor do veículo e cobertura do porta-malas. Porém, este kit terá um período e volume limitados.

A cor básica do Tracker é a metálica Azul Eclipse. Pode ser comprado com o Branco Summit sólido, por R$ 700. As demais opções são todas metálicas: Cinza Satin Steel, Prata Switchblade, Preto Ouro Negro e Vermelho Chili, todas por R$ 1.600. A versão Premier tem uma tonalidade exclusiva, a metálica Azul Power, também por R$ 1.600.

Galeria: Chevrolet Tracker 2021 - Imagens do site

Motores e consumo

As configurações mais básicas adotam o mesmo 1.0 turbo de três cilindros e injeção indireta do Onix e Onix Plus. Ele entrega 116 cv a 5.500 rpm, com etanol ou gasolina, enquanto o torque pode ser de 16,3 kgfm (gasolina) e 16,8 kgfm (etanol, a partir de 2.000 rpm. Pode trabalhar com o câmbio manual ou automático, ambos de 6 marchas.

É o primeiro carro com esta plataforma a usar o 1.2 turbo, também de três cilindros e injeção direta. Usado nas versões mais caras, ele trabalha exclusivamente com a transmissão automática de 6 marchas, gerando 132 cv a 5.500 rpm e 19,4 kgfm a 2.000 rpm, com gasolina. Quando abastecido com etanol, os valores passam para 133 cv e 21,4 kgfm.

Confira os números de consumo do Tracker 2021:

MODELO CONSUMO CIDADE
ETANOL
CONSUMO ESTRADA
ETANOL
CONSUMO CIDADE
GASOLINA
CONSUMO ESTRADA
GASOLINA
Tracker 1.0 Turbo MT6 9,0 km/litro 10,4 km/litro 13,0 km/litro 14,8 km/litro
Tracker 1.0 Turbo AT6 8,2 km/litro 9,6 km/litro 11,9 km/litro 13,7 km/litro
Tracker 1.2 Turbo AT6 7,7 km/litro 9,4 km/litro 11,2 km/litro 13,5 km/litro

 

Medidas do Chevrolet Tracker 2021

Como antecipado por Motor1.com, o novo Chevrolet Tracker medirá 4,27 metros, 1,79 m de largura, 1,62 m de altura e 2,57 m de entre-eixos, com um porta-malas com capacidade para 393 litros (contra os 390 litros do modelo chinês), subindo para 1.294 litros com a segunda fileira de bancos rebatida. Como comparação, o Tracker atual tem 2,55 m de entre-eixos e 4,25 m de comprimento, com um porta-malas de 306 litros.

Com estas medidas, o modelo da GM tem o mesmo comprimento que o Hyundai Creta e perde apenas para os 4,29 m do Honda HR-V, superando o Jeep Renegade (4,23 m) e o Volkswagen T-Cross (4,19 m). Em compensação, seu entre-eixos é um dos menores do segmento, empatando com o Renegade, mas bem abaixo de Creta (2,59 m), T-Cross (2,65 m) e HR-V (2,61 m). O porta-malas de 393 litros fica no meio termo. É maior dos que os 373 l do T-Cross e os 320 l do Renegade, mas está longe dos 431 l do Creta e 437 l do HR-V.

Internet à bordo

A GM havia dito que o Chevrolet Cruze reestilizado iria iniciar a estratégia de oferecer internet 4G Wi-Fi para todos os seus veículos. A marca está cumprindo a promessa e o Tracker vem com a mesma tecnologia, garantindo que ele esteja sempre conectado sem a necessidade do motorista compartilhar a internet de seu smartphone.

Porém, isso tem um custo, da mesma forma que o sistema OnStar. O crossover vem com três meses grátis ou 3 GB de uso (o que acontecer primeiro). Depois disso, o cliente terá que comprar um dos planos oferecidos pela fabricante, em parceria com a Claro. Veja os planos, preços e pacote de dados:

PLANO PACOTE DE DADOS PREÇO
Navegação + música 2 GB R$ 29,90
Carona 5 GB R$ 39,90
Corporativo 10 GB R$ 59,90
Família 20 GB R$ 84,90

 

Versões e preços do Chevrolet Tracker 2021:

  • Chevrolet Tracker 1.0 Turbo MT (R$ 82.000): 6 airbags, alarme, assistente de partida em rampas, controles de tração e estabilidade, faróis e lanterna de neblina, indicador de vida útil do óleo, luz de condução diurna, regulagem de altura dos faróis, fixação de cadeiras infantis Isofix e Top Tether, ABS, maçanetas e rack do teto em preto, maçanetas internas em prata, rodas de 16" em alumínio, ar-condicionado, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, computador de bordo com informações de viagem, veículo e consumo, direção elétrica, espelhos retrovisores externos elétricos em preto, câmbio manual de 6 marchas, travas elétricas, vidros elétricos com acionamento tipo um toque e antiesmagamento, cobertura do porta-malas, banco traseiro bipartido, sistema multimídia MyLink com tela de 8" com espelhamento de smartphones por Apple CarPlay e Android Auto, USB para o banco traseiro, painel de instrumentos com tela de 3,5", volante com comandos de som, OnStar e conexão 4G a bordo;
  • Chevrolet Tracker LT 1.0 Turbo AT (R$ 89.900): Turbo MT + câmbio automático de 6 marchas com opção de trocas manuais, grade frontal com detalhes cromados, espelhos e maçanetas externos na cor do carro, rack do teto em prata, câmera de ré, piloto automático, abertura de portas com chave presencial, partida por botão e start-stop;
  • Chevrolet Tracker 1.2 Turbo AT (R$ 90.500): 1.0 Turbo MT + motor 1.2 turbo, câmbio automático de 6 marchas, start-stop e piloto automático;
  • Chevrolet Tracker LTZ 1.2 Turbo AT (R$ 99.900): 1.2 Turbo AT + grade frontal cromada, maçanetas e retrovisores na cor do carro, rack do teto em prata, câmera de ré, abertura de portas com chave presencial, partida por botão, alerta de ponto-cego, rodas de 17", sensor de luz, sensor de chuva, volante esportivo em couro com comandos de som e bancos em tecido e couro;
  • Chevrolet Tracker Premier 1.2 Turbo AT (R$ 112.000): LTZ + painel de instrumentos com tela de 3,5" colorida, alerta de colisão frontal, faróis em LED, lanternas em LED, friso cromado nas janelas, maçanetas internas cromadas, ar-condicionado automático, carregador de smartphones por indução, sistema de estacionamento automático, espelho retrovisor interno fotocrômico, teto-solar elétrico, frenagem automática em baixa velocidade e bancos em couro.
  • Chevrolet Tracker 1.0 Turbo AT (PCD) (R$ 70.000): Turbo LT 1.0 Turbo, mas com 12 meses de garantia e pacote promocional por tempo limitado com as rodas de 16", rack de teto, maçanetas na cor do carro e cobertura do porta-malas.