Modelo reestilizado será apresentado no final do ano, sem a divisão no vidro traseiro

Seis anos depois da Mitsubishi tirar o cupê Eclipse de linha, ela anunciou o retorno do nome, desta vez como um crossover chamado Eclipse Cross. O modelo foi revelado em 2018, chegando ao Brasil em setembro do mesmo ano. Com apenas dois anos de mercado, a marca já trabalha em uma reestilização para ele. Flagras da semana passada mostram o carro bem camuflado, mas adiantam que abandonará a polêmica divisão no vidro traseiro. Nossos colegas do site Kolesa.ru aproveitaram as fotos para fazer uma projeção do carro, que será revelado ainda neste ano.

Mitsubishi Eclipse Cross
Mitsubishi Eclipse Cross 2021 - Projeções

A renovação do Eclipse Cross terá mudanças tanto na frente quanto na traseira. A parte frontal mostra que irá trocar os faróis superiores por uma linha mais fina em LED, deixando as luzes principais para os conjuntos mais abaixo, ao lado da grade. Ainda deve trazer uma leve alteração na grade, focada na parte superior onde está o logo da empresa.

É na traseira que estará a maior alteração, pois a marca irá tirar o esquema de vidro dividido do modelo atual - elemento que dividiu opiniões. As lanternas serão adaptadas de acordo, ganhando uma extensão pequena na tampa do porta-malas, já que o modelo anterior usava uma faixa em LED na barra que dividida o vidro. Isso fica bem claro pelas imagens do carro, pois a camuflagem não escondeu as luzes.

Mitsubishi Eclipse Cross
Mitsubishi Eclipse Cross 2021 - Projeções

Além da mudança das lanternas, a traseira ainda ganhará um novo spoiler no teto, bem maior do que o atual. O para-choque também foi redesenhado. O Eclipse Cross deve trazer alterações leves no interior, principalmente nos equipamentos e na central multimídia.

O Mitsubishi Eclipse Cross reestilizado deve ser revelado no final do ano, como modelo 2021. Na parte mecânica, ele deve manter o 1.5 turbo de 165 cv e o 2.2 diesel de 145 cv, embora com alterações para melhorar a eficiência e reduzir as emissões de poluentes.

Em nota, a Mitsubishi diz que não há previsão da reestilização ser lançada no Brasil. Lembrando que a operação da marca por aqui é por conta da HPE Automóveis, que iniciou a produção do Eclipse Cross em Catalão (GO) no final do ano passado, então a marca deve esperar mais um tempo antes de fazer a mudança visual do carro - como foi com a picape L200 Triton.