Sedã estreia primeiro na Tailândia e pode ter motor 1.0 turbo de 120 cv

Não é o só o Fit que está para mudar de geração. A revista HeadlightMag adianta que o novo Honda City será apresentado em novembro, pouco antes do Thai Motor Expo abrir as portas (ou seja, antes do dia 24). O sedã já roda camuflado pela Ásia algum tempo, adiantando que terá o design influenciado pelo híbrido Insight. A publicação tailandesa ainda diz que o City pode ganhar o motor 1.0 turbo de 120 cv.

O novo Honda City terá papel importante na Tailândia, um de seus principais mercados. De acordo com a HeadlightMag, ele irá aposentar o Brio Amaze, sedã inspirado no hatch Brio. Para isso, manterá as medidas atuais, mas receberá o motor 1.0 VTEC Turbo de três cilindros, para que possa atender às demandas do programa ECO-Car no país.

Esta unidade 1.0 sobrealimentada, segundo a revista, entrega 120 cv a 5.500 rpm e 20,3 kgfm de torque entre 2.000 e 4.500 rpm, podendo trabalhar com o câmbio manual de 6 marchas ou automático do tipo CVT. A potência foi reduzida em comparação aos 128 cv do Civic 1.0, pois tem um ajuste voltado para a economia de combustível.

A regra do governo tailandês diz que os carros da categoria ECO-Car devem ter um rendimento mínimo de 23,2 km/litro, segundo o ciclo de testes no país. Não será com o 1.0 turbo que o carro alcançará este nível de rendimento, e sim com o novo 1.5 híbrido, que terá um sistema semelhante ao do novo Fit, com dois motores elétricos e um a combustão.

Galeria: Honda City 2021 - Flagra

Ainda sabemos pouco sobre o novo design. Os flagras vistos até agora mostram que ele terá um visual próximo do Insight, sedã médio híbrido da marca, e do próprio Civic. Os faróis e as lanternas ficaram mais finos e com LED. Embora relatos anteriores digam que o carro ficará maior, a HeadlightMag diz que o sedã manterá o tamanho atual por conta das regras do ECO-Car na Tailândia.

O novo Honda City será apresentado na Tailândia em novembro, pouco antes do início do Thai Motor Show, aparecendo no evento logo em seguida – a abertura das portas será no dia 24 de novembro. Com isso, há chances de que o sedã apareça no Brasil em 2020, com uma possível pré-apresentação no Salão do Automóvel de São Paulo, exatamente um ano depois da estreia na Ásia.

Fonte: HeadlightMag