CEO da VW teria feito inúmeros elogios à tecnologia desenvolvida pela marca americana

Veiculados na imprensa desde meados de 2018, rumores sobre uma eventual parceria entre as marcas Volkswagen e Tesla voltam a ganhar força nesta semana com reportagem da revista alemã Manager Magazin. De acordo com a publicação, o CEO alemão Herbert Diess estaria fortemente interessado com comprar a fabricante norte-americana ou pelo menos adquirir um considerável participação. O objetivo seria claramente ter acesso à tecnologia elétrica desenvolvida pela empresa, descrita pelo próprio Diess como "incomparável". O relatório vai além e adianta ainda que a a Volkswagen definitivamente tem fundos suficientes para fechar o negócio.

Galeria: Tesla Model X 90D

O interesse maior de Diess seriam justamente sobre o quão vantajosa a Tesla pode ser em relação ao domínio de baterias e softwares. O CEO estaria, inclusive, tentando pleitear o apoio das famílias que controlam a VW - os Piechs e os Porsches - para seguir adiante com as negociações. No entanto, um empreitada desta monta não acontece de forma tão fácil. Segundo bancos ligados aos alemães, desembolsar US$ 30 bilhões para comprar a Tesla não é uma transação tão simples, a menos que Diess esteja extremamente confiante nos engenheiros de software da montadora americana. Por enquanto, a Manager Magazin acredita que apenas adquirir uma participação já seria um avanço sólido.

Por sua vez, a Volkswagen nega veementemente a reportagem. "A especulação sobre a compra de uma participação na Tesla feita pela Manager Magazin é sem mérito", disse um porta-voz à agência Reuters.

Fonte: Automotive News Europe