Segunda geração do dispositivo de condução trará vários avanços em relação ao atual

A Nissan promete dar um passo importante em direção ao aperfeiçoamento da condução autônoma com o lançamento da segunda geração do sistema ProPilot no segundo semestre. Batizado de ProPilot 2.0, o dispositivo oferecerá uma série de avanços em relação ao atual e, em especial, passará a contar com modo de condução 100% autônomo para rodovias.

A marca destaca que a tecnologia permitirá mudanças de faixa, ultrapassagens e até paradas no acostamento. "Vai ser muito difícil nos superar. Integramos as tecnologias de nível mais avançado", disse Tetsuya Iijima, responsável pelo desenvolvimento da direção autônoma da montadora.

Galeria: Nissan ProPilot 2.0

Ao todo, o ProPilot 2.0 integra um conjunto de 7 câmeras, 5 sensores de radar e 12 sensores de sonar, além de um sistema de navegação 3D de alta definição. O lançamento da novidade acontecerá inicialmente no Japão e, por conta da legislação local, algumas funções terão de ser desempenhadas com a ajuda do motorista (apesar da capacidade do sistema de cumpri-las sozinho). É o caso da mudança de faixa, que terá de ser feita com as mãos do motorista no volante. Além disso, o sistema só funcionará em rodovias que foram mapeadas em 3D de alta definição, já que esse mapeamento digital avançando é que permite o posicionamento preciso do carro na estrada (inclusive com margem de erro de pouquíssimos centímetros).

O protagonismo da Nissan no segmento de autônomos é herança do antigo CEO Carlos Ghosn, que definiu esta área como pilar fundamental para o crescimento da marca. A expectativa é vender 1 milhão de veículos equipados com o ProPilot pelos próximos 4 anos e oferecê-lo em 20 diferentes modelos e mais de 20 mercados.

Fonte: Automotive News