Utilitário fará a ponte entre o GLA e o GLC com espaço para até 7 ocupantes

Quando apresentou o GLB Concept na edição deste ano do Salão de Xangai, na China, a Mercedes-Benz deixou claro que o modelo não demoraria para chegar ao mercado em versão definitiva. Os planos em relação ao lançamento estão bastante adiantados, tanto que a estreia nas lojas acontecerá ainda neste ano e até mesmo os locais de produção já foram definidos. Além de Pequim, que produzirá o SUV para o gigantesco mercado chinês, haverá linhas de montagem na planta de Aguascalientes, no México, com foco no abastecimento de países como Estados Unidos, Canadá e até o Brasil, que recentemente firmou acordo de live-comércio com os mexicanos.

A produção no México será tocada junto com a montagem do Classe A Sedan, que também deverá chegar ao mercado brasileiro a partir daquele país. A fábrica em questão é nova e fruto de uma joint-venture firmada entre a Daimler e o grupo Renault-Nissan. A expectativa é que o GLB de produção conserve as medidas do conceito, ou seja, 4,62 metros de comprimento e 2,82 metros de entre-eixos. A marca promete espaço suficiente na cabine para três fileiras de assentos e até sete bancos, sendo que os dois assentos individuais na parte de trás não estarão lá apenas para viagens de emergência, podendo acomodar confortavelmente dois ocupantes de tamanho médio.

A carroceria, por sua vez, exibe bastante personalidade, com destaque para o design musculoso, a pegada robusta e as linhas quadradas. Em particular, o conceito exposto em Xangai foi apresentado com traje aventureiro, evidenciado por revestimentos plásticos nas caixas-de-roda, pneus off-road BF Goodrich calçados por rodas de 17 polegadas em dois tons, iluminação LED adicional, rack de teto exclusivo, entre outros. "Nós nos perguntamos se ainda há espaço entre o GLA e o GLC em nossa bem-sucedida linha de SUVs", comenta Britta Seeger, membro do Conselho de Administração da Daimler AG. “O GLB Concept é a resposta para essa pergunta".

Fotos: Divulgação