Modelo foi alongado e redesenhado para o mercado chinês; compare

Apesar de estar à venda no mercado internacional há apenas um ano, a atual geração do Hyundai Santa Fe já recebeu atualizações visuais na China. Em anúncio oficial, a marca apresenta o modelo reestilizado e não esconde que buscou inspiração na nova geração do sedã Sonata, especialmente no tocante ao novo desenho da traseira.

Hyundai Santa Fe 2020 (China)

Além disso, elevou o nível de tecnologia embarcada com a adoção de tecnologias inéditas e, particularmente para o mercado chinês, ampliou a distância entre-eixos em 100 mm com o objetivo de acomodar de forma mais confortável os 7 ocupantes - uma exigência do consumidor local, que tem preferência por modelos alongados.

Galeria: Hyundai Santa Fe 2020 (China)

Enquanto na dianteira as mudanças são mínimas na comparação com o Santa Fe vendido em outros mercados, na traseira praticamente todo o conjunto foi redesenhado. A tampa do porta-malas foi reformulada e agora abriga o prolongamento das lanternas, a exemplo que do acontece com o Sonata. As peças são interligadas e formam uma assinatura de iluminação inédita, especialmente quando vistas à noite. Além disso, o para-choque foi remodelado e acomoda agora a placa de identificação, bem como as luzes de ré. Mais abaixo, as saídas de escapamento ganharam novo formato, inspirados em outros modelos do grupo, como o Kia Stinger.

Hyundai Santa Fe 2019 - Primeiras impressões
Hyundai Santa Fe 2020 (China)

Na cabine, o console central ganhou retoques no acabamento e em pequenos detalhes. Há, por exemplo, um novo seletor de marchas no lugar da tradicional manopla de câmbio e uma central multimídia mais moderna, com botões localizados abaixo e não mais nas laterais. Além disso, a Hyundai incorporou ao modelo a mais recente tecnologia de autenticação de impressão digital, que permite entrar e sair do carro sem tocar na chave. Há ainda sistema de reconhecimento de voz, carregamento sem fio e, pela primeira vez em um veículo da marca na China, um sistema que detecta a presença de crianças eventualmente esquecidas nos bancos traseiros.

Até o momento, não há confirmação sobre a chegada desta reestilização a outros mercados.

Fotos: Divulgação