O primeiro sedã esportivo coreano chega ao Brasil no segundo semestre querendo invadir o terreno dos alemães. Nós já tiramos a prova

– Detroit, Michigan

Nós não fomos os únicos que ficamos impressionados com o Kia Stinger quando ele estreou no Salão de Detroit do ano passado. Como entusiastas, logo ficamos empolgados para saber se a investida da marca coreana no segmento de sedãs esportivos seria capaz de fazer frente aos melhores modelos da classe. 

Para a Kia, os concorrentes estão em todo lugar. Mas quando pensamos em um sedã esportivo bom de dirigir e luxuoso, os BMW ainda são "top of mind". Com design elegante, foco no motorista e preço na faixa dos US$ 40 mil (nos EUA), o 430i Gran Coupe nos parece o rival ideal para nosso Stinger GT1 de teste. OK, o Kia é maior e mais potente, mas comparar o novato coreano contra a referência alemã certamente vai render um dia divertido atrás do volante, certo? 

2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT
2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT

Motor e transmissão

BMW: Comparar o 430i GC contra o Stinger GT1 funciona por conta do preço e da proposta, mas não pela motorização. O BMW entrega 252 cv e 35,7 kgfm de torque vindos do motor 2.0 turbo de 4 cilindros - mais de 100 cv e 15 kgfm abaixo do Stinger (você pode comprar o Kia na versão 2.0 turbo por um preço mais baixo, mas esse carro ainda não está disponível para teste). 

Dito isso, numa condução esportiva normal (não numa pista ou numa prova de arrancada), o 430i ainda é bastante rápido. A BMW indica aceleração de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos, e o Série 4 vence em termos de resposta e suavidade da transmissão automática de 8 marchas. E, não por nada, o 4-cilindros alemão é bem mais eficiente que o V6 coreano, chegando a 9,7 km/l na cidade e 13,9 km/l na estrada, comparado a 8 km/l e 10,5 km/l, respectivamente, do Kia. 

Kia: Se você ficou animado com o Stinger, existe uma grande chance de ser por causa do motorzão 3.3 V6 biturbo de 370 cv e 52 kgfm. Entregando sua força às quatro rodas, o propulsor faz desse Kia um carro realmente agressivo ao comando do acelerador. Os 100 km/h chegam em cerca de 4,5 segundos, e uma nota de escape viril complementa a sensação de rapidez com uma trilha sonora alta e encantadora. 

Pena que o câmbio automático coreano seja menos fluido nas passagens que o do alemão, mas, quem realmente se importa? Pise fundo, ouça o sopro do turbo e divirta-se!

Vantagem: Kia Stinger

2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT
2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT

Conforto e dirigibilidade

BMW: Muitos dos BMWs modernos não são exatamente as adoráveis criaturas que nós amávamos nos anos 1990 - sendo bem sincero. Mas a marca de Munique ainda sabe como balancear (quase) perfeitamente um rodar de qualidade com uma dirigibilidade afiada. Isso é certamente válido para o Gran Coupe, cuja suspensão provou ser capaz de reprimir os piores impactos nas ruas quebradas perto do nosso escritório. Hoje em dia, rodas aro 18" são relativamente recatadas, mas o fato de os pneus terem uma boa altura lateral também ajuda no conforto. 

O 430i GC oferece uma resposta rápida quando questionado sobre mudanças de direção, com apenas uma pequena inclinação da carroceria, sem muito drama. A direção tem peso mediano e é precisa, apesar de bastante "morta" no centro. Mas, em última instância, sentimos que este sedã está apto às tarefas de condução mais agressivas. 

Kia: Na primeira curva mais forte você já pode encontrar o maior err, digo, ponto de melhora na dinâmica do Stinger. A direção é borrachuda e estranha, alternando entre um pesado artificial no modo Sport e um leve "ponta dos dedos" no modo Comfort. No fim, o carro atravessa as curvas bem postado, mas é preciso se acostumar com a imprecisão da direção elétrica.

Em termos de qualidade de rodagem, o Stinger é apenas decente, ou seja, não está no nível do BMW. As rodas aro 19" transmitem mais claramente os impactos para a cabine, mesmo sem vestir pneus esportivos. Mas talvez o pior seja o ruído constante e o golpe que você ouve quando a suspensão absorve o impacto - mesmo que o piso não seja dos piores. 

Vantagem: BMW 430i Gran Coupe

2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT
2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT

Estilo

BMW: Aparência é algo extremamente importante neste mundo de sedãs metidos a cupês. O 430i é elegante e tem aquele teto curvado que diz "eu não sou um Série 3". Mas ainda é um design convencional e conservador, feito para ser atraente a um maior número de compradores. É como aquela menina da escola que você gostava: bonita, mas chatinha. 

Kia: Para sair da mesmice de um sedã quatro portas, a Kia desenhou o Stinger com formas atléticas e um imenso capô. Mas exageraram na quantidade de aberturas, rasgos e tomadas de ar. Ele pode ser bonito e agressivo sob certos ângulos, mas no geral é um pouco confuso. Falta maturidade a essa linguagem de design. 

Vantagem: BMW 430i Gran Coupe

2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT
2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT

Interior e praticidade

BMW: Nosso carro de teste não poderia ter vindo num esquema de cores mais BMW: minha imagem mental de um "Bimmer" é exatamente essa mistura de preto com caramelo. Os bancos são fantásticos, ajustáveis a diversos biotipos, e dão suporte sem nunca parecerem incômodos. Já o volante é um tanto comum e fino (nos acostumamos ao volante mais grosso das versões M Sport), mas, no entanto, é bom de usar. 

Na parte de infoentretenimento, não há duvidas de que o iDrive 6 é um software de melhor aparência e mais poderoso que o da Kia. Mas o Série 4 perde terreno por ter uma tela antiga e menor, cobrando ainda US$ 300 adicionais pela compatibilidade Apple Car Play e deixando os usuários de Android no gelo. 

Por fim, tenho que dizer que fiquei surpreso de como o BMW é semelhante ao Kia em espaço interno e porta-malas, mesmo com o Stinger sendo 20 cm mais longo (4,63 m contra 4,83 m). O coreano é um pouco maior no banco de trás, mas apenas isso.

Kia: Combinando com a vibe do exterior, o Stinger veio com interior em preto e vermelho (bancos e portas) com detalhes imitando aço escovado. É uma mistura menos espalhafatosa do que sugere à primeira vista. O Kia oferece mais espaço para os ombos e cotovelos, embora atrás a acomodação seja parecida com a do alemão. O banco do motorista é confortável e oferece bom suporte, mas não é tão ajustável quanto o do Série 4. 

O desenho do painel é mais moderno que o do BMW, com destaque para as saídas de ar circulares e para a central multimídia no topo da peça. O sistema é fácil de usar, especialmente com a interface para seu smartphone. Alguns vão dizer que há muito plástico preto na cabine, mas no geral a minha sensação é de uma divisão 60/40 entre esportivo e luxuoso. 

Vantagem: BMW 430i Gran Coupe

2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT
2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT

Preços

BMW: A versão xDrive do 430i (com tração integral) começa em torno de US$ 45 mil, mas se move rapidamente de lá. A unidade avaliada tinha poucos opcionais para um veículo de mídia, e ainda assim chega quase aos US$ 54 mil. Os pacotes luxo, premium e executivo adicionam US$ 6.250 no total, por exemplo. Continue a colocar opcionais como carregamento de celular sem fio, banco traseiro aquecido ou o pacote M Sport e você pode facilmente chegar ao norte de US$ 60 mil sem sequer trocar pelo 440i. 

No Brasil, o 430i GC é vendido em versão única (M Sport), com tração traseira, tabelada a R$ 276.950.  

Kia: O Singer tem uma enorme vantagem de preço quando se olha para o custo básico da tração integral e toda essa potência. A versão GT1 significa "Twin-turbo V6 e AWD", começando em US$ 45.450. A diferença vem após o preço base: nosso carro possuía um pacote de assistência ao condutor de US$ 2.000 com itens como piloto automático adaptativo, alertas de colisão e frenagem automática, assistente de faixa e mais. Mas todo o restante - GPS, tela sensível ao toque de 8 polegadas, som da Harman Kardon, wifi no carro, carregamento sem fio, assentos dianteiros aquecidos e volante, etc. - vem como padrão neste GT1. Ou seja, o custo total fica em US$ 48.350 para um carro mais completo que o BMW.

A Kia promete a chegada do Stinger ao Brasil para o segundo semestre, sendo que a versão GT1 não deverá ficar abaixo dos R$ 250 mil. Resta saber quais equipamentos a importadora vai incluir no pacote. 

Vantagem: Kia Stinger

2018 BMW 430i Gran Coupe vs. 2018 Kia Stinger GT

Veredicto

Muito da definição deste comparativo vai das prioridades pessoais do comprador. O Kia Stinger é claramente mais excitante, com esse motor animal e o visual "punk rock" que gera grande presença nas ruas. O BMW 430i GC, por outro lado, ainda é uma aula de refinamento mecânico, além de ser uma opção mais madura de diversão ao volante.  

A sutil qualidade do BMW, no entanto, provavelmente será mais compensadora ao longo tempo. E para a maioria dos compradores de sedãs premium estilosos nesta faixa de preço, há uma boa chance de o "Bimmer" ser uma aposta mais segura. Dito isso, não há demérito nenhum para a Kia. Ela entrou nesta nova seara e chegou muito perto da referência, o que já não deixa de ser uma vitória.

Vencedor: BMW 430i Gran Coupe

  BMW 430i xDRIVE GRAN COUPE  KIA STINGER GT1 AWD
MOTOR 2.0 turbo, 4 cilindros 3.3 biturbo V6
POTÊNCIA/TORQUE 252 cv / 35,7 kgfm 370 cv / 52 kgfm
TRANSMISSÃO Automática de 8 marchas Automática de 8 marchas
0 a 100 KM/H 5,6 segundos 4,6 segundos 
CONSUMO 9,7 km/l (cidade) e 13,9 km/l (estrada) 8,0 km/l (cidade) e 10,5 km/l (estrada)
TRAÇAO Integral Integral
PESO 1.730 kg 1.824 kg
LUGARES 5 5
PREÇO BÁSICO (EUA) $45,100 $45,450
PREÇO COMO TESTADO (EUA) $53,885 $48,350

Fotos: James Bradbury / Motor1.com

Tradução e adaptação: Daniel Messeder

Galeria: BMW 430i Gran Coupe vs. Kia Stinger GT