Documento de agência norte-americana sugere nova configuração abaixo do Mustang V8

No momento, há um buraco enorme entre o Ford Mustang de entrada, com o motor 2.3 turbo, e o poderoso Mustang GT V8 (a versão vendida por aqui). É uma diferença de 152 cv. A marca irá resolver este problema com uma terceira versão, posicionada entre essas duas. O site Hagerty descobriu um documento entregue ao National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), empresa responsável pelo trânsito nos EUA, que adianta os planos da empresa para a linha 2020 do esportivo.

O documento abaixo mostra que o Mustang 2020 terá duas versões equipadas com o motor 2.3 turbo de quatro cilindros. Uma é a de 314 cv vendida atualmente, enquanto a outra está marcada como "TBD" ("To be determined", ou seja, a ser determinado). É um motivo bom o suficiente para que o Hagerty especule que a Ford está de olho em um Mustang turbo mais potente que possa brigar diretamente com o Chevrolet Camaro com o motor 3.6 V6 de 340 cv.

Ford Mustang 2020 - Documento da NHTSA

Deve ser fácil para os engenheiros da Ford extraírem mais potência do motor EcoBoost, considerando que o Focus RS 2.3 turbo conta com 355 cv. É claro, tudo isso é apenas especulação no momento, mas a fabricante já havia dado dicas de que estava trabalhando em algo assim, com uma declaração de um porta-voz dizendo que a fabricante "está sempre elevando o Mustang e irá compartilhar notícias animadoras no segundo trimestre."

Considerando que o Mustang de entrada custa US$ 26.395 (R$ 98.719), enquanto o V8 mais barato sai por US$ 35.355 (R$ 132.231), a Ford tem espaço o suficiente para colocar a nova versão entre essa diferença de US$ 8.960 (R$ 33.511). 

Fonte: NHTSA via Hagerty