Renovado no estilo e com o mesmo câmbio de 10 marchas do rival, o muscle da GM quer revanche contra o pony car da Ford

Diz o ditado que se você não pode com o inimigo, deve-se unir a ele. E essa parece ter sido a tática da Chevrolet ao renovar o Camaro SS para a linha 2019: a maioria de suas novidades já estavam presentes no arquirrival Mustang GT. É o caso, por exemplo, da transmissão de 10 marchas, cujo desenvolvimento é fruto de uma parceria entre a Chevrolet e a... Ford - não por acaso é também a caixa usada no Mustang. Fora isso, o muscle car da gravatinha ganhou sistema de aquecimento dos pneus traseiros, um recurso que também já existia no concorrente. E que tal as novas cores para a cabine? Bom, nem preciso dizer que o Mustang tem coisa parecida.

Comparativo: Camaro 2019 x Mustang

Tais coincidências podem nos levar a outro ditado, aquele que diz que você deve manter os seus amigos por perto, e os inimigos mais perto ainda. De fato, Camaro e Mustang ficaram mais próximos em 2019 - tanto em mecânica quanto em tecnologias. Disposta a retomar a liderança nas vendas de esportivos no Brasil, a Chevrolet já trouxe as versões cupê e conversível do Camaro 2019, de modo a tentar repetir o sucesso de quando o modelo começou a ser importado oficialmente, em 2010. De lá para cá, já foram vendidas 6 mil unidades. Em abril do ano passado, a Ford enfim trouxe o Mustang de forma oficial ao país, e a acolhida não poderia ter sido melhor: quase 1 mil unidades emplacadas somente em 2018. 

Na primeira medição de força entre os dois aqui no Motor1.com, em maio do ano passado, o Mustang levou a melhor numa disputa que incluiu um pega numa pista de arrancada no interior paulista. Agora, a briga foi mais trivial e reuniu os dois cupês de sangue ianque para nossos testes instrumentados e utilização no dia a dia, além de autoestradas e, claro, circuitos sinuosos. Será que o Camaro deu o troco?

Comparativo: Camaro 2019 x Mustang
Comparativo: Camaro 2019 x Mustang

Logo ao retirar o carro na fábrica da GM, percebi que o Camaro 2019 ficou mais maduro. O visual está mais futurista, com uma dianteira que mistura elementos pretos brilhantes com uma guia de LEDs mais longa subindo pela borda do capô. Os para-choques estão mais encorpados e, atrás, as lanternas com acabamento fumê ficaram mais discretas que antes. Por dentro, o acabamento é mais apurado que no Mustang, com materiais de melhor aparência e tato, além de haver sacadas legais como o ajuste de temperatura do ar-condicionado pelo giro da própria saída de ar. Já a posição de dirigir é definitivamente mais esportiva que a do Ford: baixa, com as pernas quase retas, e o volante mais compacto bem à mão. Outra coisa que contribui para a esportividade do Camaro é sua linha de cintura elevada, com janelas estreitas e baixinhas, que sacrificam um pouco a visibilidade, mas aumentam a sensação de se estar num puro sangue. 

Comparativo: Camaro 2019 x Mustang
Comparativo: Camaro 2019 x Mustang

Como dito no começo, o Camaro agora traz o mesmo câmbio de 10 marchas do Mustang, que no caso do GM substitui o anterior de 8 posições. Embora seja a mesma caixa do ponto de vista do desenvolvimento, cada marca tem seu "tempero" próprio, e nisso posso dizer que a GM foi mais feliz. Explico: a vantagem de ter uma transmissão com tanta marcha é reduzir o espaço entre as relações, de modo que o carro responda mais rápido e consuma menos combustível. Na prática, porém, o Mustang ficou parecendo um CVT quando usado no modo normal de condução, perdendo um pouco da emoção da troca de marcha, tanto em termos físicos quanto auditivos. No Camaro isso não acontece, e mesmo com as marchas próximas, as trocas são mais perceptíveis e instigam a acelerar. PS: Não confunda "sentir as passagens" com trancos, longe disso. 

Comparativo: Camaro 2019 x Mustang
Comparativo: Camaro 2019 x Mustang

Da primeira vez que os comparamos, também havia gostado mais da direção e dos freios do Camaro - duas vantagens que voltaram a se repetir neste novo comparativo. O GM tem o pedal mais bem calibrado (o do Mustang é excessivamente duro e mais difícil de modular), enquanto sua direção parece mais rápida e com melhor sensibilidade sobre o que se passa debaixo das rodas, além de o volante do Ford ser mais estiloso (lembrando o modelo dos anos 1960) do que ergonômico. Já a suspensão do Mustang é mais complacente com buracos, tampas de bueiros e emendas de asfalto, enquanto a do Camaro repassa mais o estado do pavimento para a cabine - ainda que não chegue a ser desconfortável. Ou seja, se sua ideia for uso diário, o Mustang ainda é a melhor escolha. Macio, com direção mais leve e visibilidade mais ampla (exceto pelos retrovisores externos, melhores no GM), ele é o "sedã" dos supercarros. 

Não confunda essa aparente docilidade, porém, com falta de pegada. Acontece que o Mustang muda muito de comportamento conforme o modo de condução escolhido, o que faz dele um esportivo mais versátil que o Camaro, este sempre mais focado em acelerar do que passear (embora fique ainda mais nervoso no modo Circuito). O pony car da Ford tem a posição de dirigir mais alta e o banco menos envolvente que o rival, mas em compensação seu quadro de instrumentos dá um show à parte com diversas opções de visualização para os mostradores - que podem variar de acordo com o modo de condução.

Comparativo: Camaro 2019 x Mustang

Na hora do "vamos ver", o Camaro fez valer suas mudanças e pulou na frente nas provas de desempenho. Afinal, além do novo câmbio com controle de largada (que no Ford funciona no modo Drag Race), o GM tem um V8 com maior litragem e torque (um 6.2 de 461 cv e 62,9 kgfm contra um 5.0 de 466 cv e 58,1 kgfm) e é exatos 74 kg mais leve. Cravou o clássico 0 a 100 km/h em apenas 4,7 segundos, contra 5,2 s do modelo anterior e 4,9 s do Mustang. Nas retomadas, dupla vitória do Chevrolet com margem de 0,3 s na prova de 40 a 100 km/h e 0,1 s (empate técnico) de 80 a 120 km/h. Lembra que elogiei os freios do Camaro? Então, o sistema se mostrou realmente mais eficiente que o do Mustang, parando o Chevy em somente 35,1 metros quando vindo a 100 km/h, contra 38,2 m do Ford.      

Se você não liga para décimos de segundo na reta, saiba que a diversão também é garantida com esses caras nas serrinhas da vida. Basta saber que eles não são como um Audi TT RS, um esportivo em que você entra e já sai sentando a bota confiante desde o começo. Não, Camaro e Mustang exigem uma dose maior de respeito e experiência antes de desativar o controle de tração e sair acelerando por aí. Ambos são grandes, pesados e equipados com motores V8 que despejam mais de 460 cv somente nas rodas traseiras, e isso pode transformar uma saída de curva animada em uma rodada fantástica mais rápido do que um piscar de olhos. Desta vez achei o Camaro um pouco mais equilibrado do que na última oportunidade (antes era o conversível), com menos flutuação da carroceria do que o Mustang. No entanto, ainda me sinto mais seguro no Ford quando em velocidades elevadas, por conta de seu comportamento, digamos, menos bruto. Questão de gosto.

Comparativo: Camaro 2019 x Mustang

Coisa em que o Ford segue imbatível é no ronco do seu V8, borbulhante e explosivo na medida para arrepiar os pêlos do braço, enquanto a GM preferiu uma sinfonia mais grave, ainda borbulhante, mas um pouco mais discreta. O Camaro dá o troco nos equipamentos, trazendo itens como teto-solar e head-up display, mas a Chevrolet ainda faz mistério sobre os preços da linha 2019 - que não devem ficar longe do Ford. Em pacote único, o Mustang sai por R$ 315.900, com a exclusividade do piloto automático adaptativo.  

Pela supremacia nos testes e maior esportividade na vida real, o Camaro 2019 consegue a revanche e mostra que a tática de se aproximar do inimigo pode, sim, dar certo para derrotá-lo. 

Fotos: Denis Armelini (movimento), autor e arquivo Motor1.com  

Fichas técnicas

  Chevrolet Camaro SS Ford Mustang GT
MOTOR dianteiro, longitudinal, oito cilindros em "V", 16 válvulas, 6.162 cm³, comando único no bloco com variador, injeção direta, gasolina dianteiro, longitudinal, oito cilindros em "V", 32 válvulas, 5.037 cm3, comando de válvulas no cabeçote (duplo em cada bancada), com variador na admissão e escape, injeção direta e indireta, gasolina
POTÊNCIA/TORQUE 461 cv a 6.000 rpm / 62,9 kgfm a 4.400 rpm 466 cv a 7.000 rpm / 58,1 kgfm a 4.600 rpm
TRANSMISSÃO câmbio automático de 10 marchas, tração traseira câmbio automático de 10 marchas, tração traseira
SUSPENSÃO

independente McPherson na dianteira e independente multilink na traseira

independente McPherson na dianteira e independente multilink na traseira

RODAS E PNEUS  aro 20" com pneus 245/40 R20 (D) e 275/35 R20 (T) aro 19" com pneus 255/40 R19 (D) e 275/40 R19 (T)
FREIOS discos ventilados na dianteira e traseira, pinças Brembo com 4 pistões, ABS e ESP  discos ventilados na dianteira e traseira, pinças Brembo com 4 pistões, ABS e ESP 
PESO 1.709 kg em ordem de marcha 1.783 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 4.784 mm, largura 1.894 mm, altura 1.340 mm, entre-eixos 2.812 mm comprimento 4.789 mm, largura 1.916 mm, altura 1.382 mm, entre-eixos 2.720 mm
CAPACIDADES porta-malas 208 litros; tanque 72 litros porta-malas 382 litros; tanque 60,5 litros 
PREÇO

R$ 320.000 (estimado)

R$ 315.900
MEDIÇÕES MOTOR1
    Chevrolet Camaro SS Ford Mustang GT
Aceleração    
  0 a 60 km/h 2,5 s 2,6 s
  0 a 80 km/h 3,5 s 3,7 s
  0 a 100 km/h

4,7 s

4,9 s
Retomada    
  40 a 100 km/h em S 3,5 s 3,8 s
  80 a 120 km/h em S 2,7 s 2,8 s
Frenagem    
  100 km/h a 0

35,1 m

38,2 m
  80 km/h a 0 22,1 m 21,4 m
  60 km/h a 0 12,6 m 12,0 m
Consumo    
  Ciclo cidade 5,3 km/l 5,4 km/l
  Ciclo estrada 11,8 km/l 12,8 km/l

Galeria: Comparativo: Camaro 2019 x Mustang