Cerca de US$ 5,6 bilhões serão aplicados em modelos novos e reestilizações

A FCA promete ter uma virada de década bastante movimentada no quesito lançamentos. Em reunião realizada recentemente com sindicatos da Itália, o CEO Mike Manley confirmou que investirá nos próximos três anos cerca de US$ 5,6 bilhões no desenvolvimento de novos modelos e tecnologias. A expectativa é chegar ao ano de 2021 com algo em torno de 13 lançamentos realizados, incluindo nesta conta veículos inéditos, novas gerações e reestilizações de carros já existentes. Outro ponto importante será o fator eletrificação, que será consideravelmente mais explorado nestes novos modelos.

O número não chega a impressionar, tendo em vista que o grupo comporta ao todo 10 diferentes marcas, mas sem dúvida comprova o esforço em retomar o ambicioso cronograma de lançamentos idealizado pelo finado CEO Sergio Marchionne. A maior parte do plano será concentrada em eletrificação e resultará no lançamento de versões híbridas plug-in para os Jeep Compass e Renegade, além de modelos Alfa Romeo e Fiat. Falando em Fiat, também está em pauta o desenvolvimento de uma nova geração para o pequeno 500, com mais tecnologia, conectividade e design fiel às origens.

Jeep Compass 2019

"Nos próximos meses, estaremos lançando programas de treinamento de funcionários focados em tecnologias híbridas e elétricas", disse em um comunicado Pietro Gorlier, COO da FCA para a região EMEA. “Estou convencido de que, junto com nossa força de trabalho, conseguiremos implementar esses novos programas no mercado”, completou.

Fotos: Divulgação

Galeria: Fiat 500X 2019 - EUA