Já mostrado em evento fechado no Brasil, SUV compacto será produzido no México e terá motores 1.0 turbo e 1.6 aspirado

Após aparecer em um evento fechado no Brasil, o Kia Stonic será apresentado ao público durante o Salão de São Paulo, em novembro, diz o jornalista Roberto Nasser, da coluna De Carro Por Aí. O SUV compacto virá importado do México, com motores 1.0 turbo e 1.6 aspirado, começando a ser vendido em 2019. Até o momento, a Kia negava a vinda do Stonic e dizia que iria comercializar o KX3, modelo feito na China.

Leia também

O Kia Stonic faz mais sentido para nosso mercado pela facilidade para importação. Como utiliza a mesma plataforma que o hatch Rio, a fabricante estuda sua fabricação no México, de onde ele poderia ser vir sem pagar Imposto de Importação. Nasser ainda diz que a Kia pode mudar o nome do carro, buscando um que soe melhor para o Brasil.

 

Por outro lado, o KX3 seria mais competitivo. É mais simples e mais barato de construir do que o Stonic – que foi criado de olho no mercado europeu e norte-americano. Além disso, é maior. O KX3 tem 4,27 metros de comprimento, enquanto o Stonic tem 4,14 m. Como comparação, o Honda HR-V, atual líder entre os SUVs compactos, tem 4,29 m de comprimento.

2018 Kia Stonic
2018 Kia Stonic Revealed

Outro ponto é a motorização. O Stonic trabalha com os motores 1.0 turbo e 1.6 aspirado, espelhando a mecânica usada pelo hatch Rio. Já o KX3 tem os motores 1.6 e 2.0 do Hyundai Creta, já preparados para aceitar etanol (flex).

Apesar da apresentação acontecer no Salão de São Paulo, o lançamento do Kia Stonic não será de imediato. No momento, o SUV ainda não começou a ser feito no México e, levando em conta todos os problemas que a marca coreana teve para começar a produzir o Rio por lá, o crossover corre o risco de também ser adiado – o que, por consequência, atrasaria sua venda no nosso mercado.

Fonte: De Carro Por Aí

Galeria: Novo Kia Stonic 2018 é revelado