Iniciativa será colocada em ação a partir de 2025

Além de desestimular o uso de motores a diesel e incentivar a popularização de modelos eletrificados, a Volvo confirma nesta semana a intenção de adotar novas medidas de consciência ambiental nos próximos anos. Conforme explica a marca, a partir de 2025 pelo menos 25% dos plásticos utilizados em modelos novos serão de material reciclado. "A Volvo Cars está comprometida em minimizar sua operação ambiental global", disse Håkan Samuelsson, presidente e CEO da companhia.

Novidades Volvo:

Para demonstrar a viabilidade da ideia, a empresa revelou uma versão especialmente construída do XC60 T8 exatamente igual ao modelo convencional, mas com vários componentes plásticos substituídos por equivalentes de material reciclado. O interior, por exemplo, tem console de fibras renováveis e plásticos de redes de pesca e cordas marítimas descartadas. No piso, o carpete contém fibras feitas de garrafas PET e uma mistura de algodão reciclado de sobras de fabricantes de roupas. Os assentos também usam fibras PET de garrafas plásticas.

Volvo XC60 - Plásticos reciclados

A marca aproveitou a oportunidade para pedir aos fornecedores mais investimentos em sustentabilidade "Precisamos aumentar a disponibilidade de plásticos reciclados se quisermos tornar nossa ambição uma realidade. É por isso que pedimos que mais fornecedores e novos parceiros se juntem a nós para investir em plásticos reciclados e nos ajudar a concretizar nossa ambição", disse Martina Buchhauser, vice-presidente sênior de compras da marca.

Em termos de instalações, a Volvo pretende ter operações de fabricação neutras em relação ao clima até 2025. Em janeiro deste ano, a fábrica de motores em Skövde, na Suécia, tornou-se sua primeira instalação neutra nesse aspecto ambiental.

Fotos: Divulgação

Galeria: Volvo XC60 - Plásticos reciclados