Primeiro lote do SUV produzido em Resende (RJ) já abastece concessionários Nissan do país vizinho

A indústria brasileira automotiva começou a se recuperar e boa parte do bom resultado se deve aos recordes sucessivos de exportações. Agora, a parcela da Nissan nesta fatia aumentará um pouco mais. Chega à Argentina o primeiro lote do Kicks produzido na unidade de industrial de Resende (RJ), abastecendo assim toda a rede de concessionárias da Nissan no país vizinho. Até então, aquele mercado era abastecido com unidades produzidas no México. 

Creta x HR-V x Kicks

O Nissan Kicks produzido no Brasil será vendido no país vizinho em quatro versões: Exclusive CVT, Advance CVT, Advance MT e o Kicks Special Edition, apresentado recentemente pela marca. Os preços variam entre 466.600 e 533.200 pesos argentinos (R$ 76.200 a R$ 87.284, em conversão direta).

Leia também:

A montadora prevê a exportação de aproximadamente 4 mil unidades do Nissan Kicks para a Argentina durante os próximos seis meses. A fábrica da Nissan em Resende comemora 4 anos em abril. Neste período, já produziu mais de 200 mil motores, sendo que em novembro do ano passado alcançou a marca de 20 mil veículos exportados.

Além do Nissan Kicks, o Complexo Industrial de Resende também produz os compactos Nissan March e Nissan Versa, bem como os motores 1.0 12V e 1.6 16V. Exporta para 8 países na América Latina: Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai).

Fotos: divulgação

Galeria: Nissan Kicks - Resende (RJ) para a Argentina