Modelo recebeu críticas quanto à proteção para cabeça do motorista e pedestres

Apesar do lançamento recente e da chegada ainda tímida às lojas, a segunda geração do Dacia Duster não ficou de fora da mais nova bateria de testes promovida pela Euro NCAP. Principal responsável pela avaliação da segurança veicular no Velho Continente, o órgão submeteu o SUV às tradicionais provas de impacto e concedeu a classificação final de apenas 3 estrelas - num universo de 5 possíveis. As principais críticas se concentraram na proteção marginal oferecida à cabeça dos ocupantes e, principalmente, na baixa oferta de equipamentos de assistência à segurança (pontuação de apenas 37%).

Leia também:

No geral, explica o relatório, o novo Duster obteve 71% de proteção para adultos, 66% para crianças e 56% para pedestres. Nestes pontos, há menções sobre a baixa proteção da cabeça do motorista em impactos frontais e aos riscos de lesão cervical (impacto traseiro) para todos os ocupantes. Além disso, obteve destaque negativo a baixa assistência de segurança oferecida (37%), uma vez que, como padrão, há apenas lembrete do cinto de segurança e limitador de velocidade - nada de frenagem de emergência ou quaisquer outros tipos de alertas anti-colisão.

Resultados - Euro NCAP Crash Test

Positivamente, a entidade mencionou apenas a proteção oferecida a todas as áreas críticas do corpo nos impactos laterais. No mais, o Duster 2018 repete a classificação de 3 estrelas alcançada pela grande maioria dos modelos da Dacia.

Fotos: Divulgação

Galeria: Resultados - Euro NCAP Crash Test