Principais especulações apontam para o monovolume Bolt

A popularização dos elétricos no Brasil ainda deve demorar um tanto para acontecer, mas os primeiros passos nesse sentido já começam a ser dados. Prova disso é a confirmação recente dada pela General Motors sobre o lançamento de um modelo do tipo no mercado nacional em 2018. Em entrevista concedida ao Estadão, o presidente da GM Mercosul, Carlos Zarlenga, disse apostar na eletrificação como trampolim para o futuro da indústria e acreditar nas possibilidades do veículo elétrico no Brasil. A identidade do modelo não foi revelada, mas as principais apostas recaem sobre o monovolume Bolt, da Chevrolet.

Leia também:

2017 Chevy Bolt EV - Canadian review

Já vendido nos Estados Unidos, onde é produzido, o Bolt se destaca mecanicamente pelo motor elétrico de 203 cv e 36,7 kgfm de torque, capaz de levá-lo de 0 a 96 km/h em menos de 7 segundos. A autonomia declarada é de 383 km, garantida pelo conjunto de baterias de 60 kW fornecido pela sul-coreana LG. O visual segue as tendências de design mais recentes da Chevrolet e não nega semelhanças com modelos conhecidos dos brasileiros, como o Cruze e o Equinox. Detalhes sobre preço e posicionamento ainda são desconhecidos, mas é certo que não deverá custar barato.

2017 Chevy Bolt EV - Canadian review

Além do Bolt, a GM prepara para o ano que vem o lançamento comercial do serviço de aluguel de veículos Maven, hoje oferecido apenas para funcionários. Disponível em várias grandes cidades dos EUA, o sistema permite a locação de automóveis por meio de um aplicativo de smartphone. Até mesmo o carro elétrico poderá ser alugado, adiantou Zarlenga.

Fonte: Estadão
Fotos: Arquivo Motor1.com

Galeria: Chevrolet Bolt EV 2017