Informação foi antecipada pelo chefão da marca, Herbert Diess

Apontado como um dos mais longevos modelos da Volkswagen, o clássico Fusca poderá mudar de geração nos próximos anos adotando mudanças drásticas na mecânica. Em entrevista concedida recentemente à revista britânica Autocar, o chefão da empresa alemã, Herbert Diess, deu a entender que há planos concretos para transformar o icônico modelo em um elétrico de grande potencial comercial. A ideia seria prepará-lo para esta nova era da indústria, mantendo o característico visual retrô (com as devidas atualizações), mas modificando por completo o sistema de propulsão - com direito até à tração traseira.

Leia também:

2017 Volkswagen Beetle

"Se quisermos fazer um novo Fusca, o caminho da eletrificação seria muito melhor do que qualquer outro, e poderia ser com tração nas rodas traseiras", confessou Diess. Demais detalhes sobre o projeto ainda são desconhecidos, mas é certo que, se os planos vingarem, o futuro "besouro" certamente adotará a plataforma MEB, específica para elétricos. A base é bastante flexível e servirá a modelos dos mais variados segmentos, inclusive o de veículos com tração traseira. "Temos uma boa chance no lado elétrico", finalizou o executivo. 

O lançamento deve acontecer apenas na próxima década, junto com os modelos da chama linha I.D.

Fonte: Autocar

Galeria: Volkswagen Fusca - 2017