Antes um sedã esportivo, Evolution renasce como um SUV elétrico

Uma pequena parte de cada fã da Mitsubishi morreu quando o Lancer Evolution saiu de linha. A boa notícia é que a marca japonesa voltará a utilizar este nome, ou melhor, apenas a parte do Evolution. Porém, como aconteceu com o Eclipse, o novo modelo não será um esportivo, e sim um crossover. E desta vez com motorização puramente elétrica. Será o carro mais caro da fabricante e implementará tecnologias como “inteligência artificial avançada”, que entendemos como sistema autônomo.

Leia também:

Antes oferecido como sedã (e algumas vezes como perua), o Mitsubishi e-Evolution será um SUV de cinco portas, como o teaser já adianta. O chefe global da empresa, Trevor Mann, já falou há um tempo sobre usar o nome Evolution novamente, e que ele não precisaria ser um sedã. O conceito será apresentado no Salão de Tóquio, em outubro. Nas concessionárias, só em 2023, na melhor das hipóteses.

A imagem revelada mostra a traseira do crossover, com foco na lanterna em forma de Y, as rodas de liga leve bem grandes e o caimento do teto como se fosse um cupê. As maçanetas são do tipo retrátil, ficando escondidas quando não são necessárias. Também ficou sem retrovisores laterais, substituídos por câmeras. Ainda não falaram nada sobre a motorização, mas podemos esperar pela estreia do novo sistema elétrico que será usado também pela Renault-Nissan, no plano de oferecer 12 novos carros EV até 2022.

Foto: Divulgação

Mitsubishi e-Evolution concept teaser