Aumento nas distribuidoras também vale para o diesel, que sobe 9,5%

A Petrobras anuncia que entra em vigor nesta terça-feira (6) o reajuste de 8,1% no preço da gasolina. A estatal também aumentou em 9,5% o preço do diesel. O reajuste é aplicado após duas quedas seguidas de preços nas refinarias.

De acordo com a Petrobrás, o reajuste afeta diretamente os distribuidores e, se repassado de forma integral ao consumidor, o que certamente deve acontecer, o preço da gasolina nas bombas deve aumentar 3,4% ou R$ 0,12 por litro, em média. Já no diesel, o aumento final pode chegar a 5,5%, ou 0,17% por litro.

 

Ka, up! e Fox em busca dos 20 km/l

 

Tomada nesta segunda-feira (5) pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços, a decisão tem base na nova política de preços da estatal, com revisão periódica a cada 30 dias. A empresa afirma ainda que o reajuste foi motivado pelo aumento no preço internacional do petróleo e desvalorização cambial. 

Vale lembrar que os postos de combustível têm liberdade para definir preços e, dessa forma, não há como prever o aumento real para o consumidor final. Todavia, nas duas últimas vezes em que a estatal reduziu os preços, o desconto não foi repassado para as bombas. Na ocasião, os distribuidores alegaram alta no preço do etanol, que compõe 27% da nossa gasolina.

Fotos: Rafael Munhoz