Versão de entrada agora tem preço inicial de R$ 95 mil

Substituído pelo novo (e belo) Mégane Sedan em diversos mercados, o Fluence segue firme por aqui. Depois de chamar a atenção no começo do ano pelos preços interessantes frente aos rivais, o sedã médio sofreu um forte reajuste no lançamento da linha 2017, em setembro. Agora, fica mais caro de novo. 

Com a chegada da linha 2017, o sedã manteve o visual e as opções mecânicas inalteradas. Sempre equipado com o motor 2.0 16V flex de até 143 cv e câmbio automático do tipo CVT, o Fluence atualmente só está disponível nas variantes Dynamique Plus e Privilège. 

 

Renault Fluence 2017

 

Atual opção de entrada, a versão Dynamique Plus possui bancos em couro, direção com assistência elétrica, ar-condicionado bizona, quatro airbags, rodas de aro 16", chave presencial, sensores de chuva e crepuscular, central multimídia com tela de 7" e navegação por GPS, entre outros itens. O acabamento da versão de topo Privilège adiciona faróis de xenônio, LEDs diurnos, airbags de cortina, teto solar, retrovisores com rebatimento elétrico, sensor de estacionamento, ESP e rodas de aro 17".

Antes elogiado pelo custo benefício, o Fluence custava até o início deste ano entre R$ 69.900 e R$ 85.990. Perdeu as versões Dynamique com câmbio manual ou CVT e a GT Line e, com o reajuste mais recente, custa a partir de R$ 95 mil.

 

Renault Fluence 2017

 

Acompanhando a tendência de aumento de preços reinante no mercado, o Fluence está longe do melhor momento em vendas: em outubro foram 317 unidades emplacadas (3.479 no acumulado de 2016).

 

Renault Fluence: preços (preço antigo entre parênteses)

Fluence Dynamique Plus: R$ 95.000 (R$ 92.650)

Fluence Privilège - R$ 103.600 (R$ 101,1 mil)