Até onde Investir no segmento dos hatches compactos pode ser positivo pra Honda nos dias "além-SUV"

A Honda terá um novo modelo em um segmento que até então ela nunca tinha participado em nosso mercado. Apesar do Fit ser uma mistura de hatch com minivan, ele não é reconhecido pelo público como um concorrente de VW Polo, Toyota Yaris e cia. Então o novo City Hatch vai finalmente colocar a marca japonesa neste importante segmento, que ainda responde pela maior parte das vendas de carro no Brasil. 

Apresentado nesta semana na Tailândia, o Honda City Hatch tem diversas novidades, inclusive um motor 1.0 turbo de 122 cv que é uma esperança por aqui - nem que seja em versões mais caras como acontece com VW Polo e Hyundai HB20. Em porte, é maior que boa parte de seus concorrentes, com 4,349 metros de comprimento (quase um hatch médio). Por dentro, temos um novo volante e um estilo inédito para renovar os ares da marca japonesa.

 

Ouça nosso Podcast gratuitamente nas plataformas

E o Fit? O futuro do tradicional modelo ainda segue um mistério. O tempo ainda é nebuloso quando falamos em planos da Honda, mas tudo indica que o City Hatch deve substituí-lo em nosso mercado, ficando o Fit como uma opção possivelmente restrita uma versão aventureira (Crosstar) ou híbrida - neste caso, importada. 

Galeria: Honda City Hatchback 2021

Peugeot Landtrek em 2022 e Toyota SW4 2021

PEUGEOT_LANDTREK_OFF ROAD
Toyota SW4 2021 (Brasil)

Na semana de estreia do City Hatch, a Peugeot fez a apresentação oficial da picape Landtrek para o mercado latino-americano. Apesar do lançamento imediato em alguns países com unidades vindas da China, no Brasil (e Argentina) vamos ter que esperar até 2022, quando ela for produzida no Uruguai (para não pagar Imposto de Importação). Discutimos quais motores deverão ser utilizados e como ela deve se posicionar entre as picapes médias e (talvez) atacar um pouco do mercado da Fiat Toro, por exemplo.

Por fim, a Toyota apresentou o SW4 2021. O SUV derivado da Hilux sempre causa polêmica pelos seus preços, mas ao menos dessa vez traz o motor 2.8 com 204 cv e sistemas como piloto automático adaptativo e frenagem automática. Será que permanecerá líder do seu segmento? Comentamos os principais motivos para isso. Dê o play e confira!