Picape média será produzida no Uruguai e quer ser opção à Toyota Hilux e Chevrolet S10

Depois do hatch 208, a próxima aposta da Peugeot para o Brasil será a picape Landtrek. Investida da marca no efervescente segmento das médias foi oficializada para a região latina e até já tem preços e versões no México. Com a produção no Uruguai, ao lado de outros modelos comerciais da PSA, chegará em 2022 ao Brasil para enfrentar Toyota Hilux, Chevrolet S10 e companhia.

A Peugeot apostou alto no segmento de picapes médias por representar boa parte das vendas entre os comerciais leves na América Latina. A empresa francesa quer aumentar as vendas fora da Europa e conquistar novos clientes com a Landtrek. A picape foi testada em diversos países da região, rodando mais de 2 milhões de quilômetros no Brasil, Argentina e outras áreas. O lançamento no Brasil e Argentina acontecerá em uma segunda fase, marcada para 2022.

Em termos de dimensões, a Peugeot Landtrek segue o padrão do segmento, com 5,33 m de comprimento na cabine dupla (5,39 m na simples) e 1,92 m de largura. A capacidade de carga vai de 1 até 1,2 tonelada dependendo da versão, com capacidade de reboque de até 3 toneladas. A transmissão será manual ou automática de 6 marchas, com sistema de tração 4x4 com reduzida e diferencial traseiro blocante. 

Entre os equipamentos, teremos um sistema multimídia com tela de 10", painel de instrumentos com tela de 7", controles de tração e estabilidade, controle de descida, assistente de partida em rampas, seis airbags, alerta de saída de faixa e outros itens. A marca ainda não falou sobre as motorizações que serão utilizadas em nosso mercado, mas há o 2.4 turbo de 210 cv e 32,6 kgfm abastecido com gasolina e o 1.9 turbodiesel de 150 cv e 35,7 kgfm.

Galeria: Peugeot Landtrek 2020