Sedã muda completamente, traz novos motor e câmbio e ganha alma mais esportiva e tecnológica

Com 41 anos de idade, ele atinge sua melhor forma. Em sua décima geração, o novo Honda Accord 2019 desembarca no Brasil totalmente renovado. Após passar por um processo de coaching, mudou sua alimentação ao trocar o motor V6 por um 2.0 turbo, evoluiu sua performance com um novo câmbio automático de 10 marchas e se atualizou com os mais avançados sistemas de tecnologia e segurança. Executivo? Sim, e com alma esportiva. 

O que é? 

Assim como um bom executivo, o Accord passou por uma transformação profunda para encarar os novos tempos. Estreia nova plataforma, mais rígida e de estrutura mais leve, e uma nova motorização 2.0 Turbo VTEC com injeção direta que entrega a performance esperada aliada a uma eficiência maior em consumo. Traz também o inédito pacote de equipamentos de segurança e assistência ao condutor, chamado de Honda Sensing, pela primeira vez no Brasil.

Embora sua missão seja conquistar um público mais clássico, seu look também foi repaginado. A dianteira ganhou linhas mais dinâmicas destacadas pela grade pronunciada com uma espécie de asa cromada. O conjunto óptico traz faróis full-LED, inclusive com LEDs também nos faróis de neblina. O capô está mais alto, o que transmite certa agressividade. No entanto, é na visão lateral que podemos visualizar o rejuvenescimento do Accord por conta da nova curvatura do teto, mais esticada, que remete ao mesmo estilo cupê visto no Civic. Na traseira, chamam a atenção as novas lanternas em formato bumerangue, também em LEDs. A pegada esportiva aparece novamente nas rodas aro 18" e na saída dupla de escape.

Novo Honda Accord 2019

A academia a qual foi submetido resultou em novas medidas. Nesta geração, o Accord ficou 12 mm mais largo, ganhou 55 mm no entre-eixos e ficou 15 mm mais baixo, enquanto seu comprimento encolheu 14 mm. Além da ampliação do espaço para as pernas, o porta-malas também cresceu 68 litros, entregando o total de 574 litros. 

O tratamento não ficou apenas na estética. Um processo mais moderno na solda, que reúne o teto aos painéis laterais da carroceria, deixou tudo mais limpo, sem necessidade de uma guarnição acima das calhas. O resultado pode ser conferido na eficiência aerodinâmica, melhorada em aproximadamente 3%, o que o torna no Accord mais aerodinâmico já feito.

Por dentro, a palavra é modernidade. A cabine ficou mais ampla, com uso de materiais de melhor qualidade e um novo desenho do painel que oferece boa ergonomia para acionar qualquer comando. Pensado como um cockpit, o painel ficou mais baixo e as colunas 20% mais finas, o que melhora o campo de visão. Com design de perfil mais fino e dividido em três camadas, ostenta a central multimídia com sua tela de 8" no estilo flutuante e os novos comandos do ar-condicionado, que acendem em tom azul ao reduzir a temperatura e em vermelho ao aumentar. 

Interior do Honda Accord

O volante também é novo e tem pegada mais esportiva. Revestido em couro suave e macio, traz novos comandos que oferecem o controle de diversos sistemas do carro. Já o banco do motorista, com ajuste elétrico de 12 posições e apoio lombar de altura regulável, é revestido em couro perfurado por conta do sistema de ventilação (disponível nos dois assentos dianteiros).

O painel de instrumentos é parcialmente digital, com uma tela TFT colorida de 7 polegadas que permite personalizar o tipo de informação a ser exibido. Outra novidade é o head-up display de 6 polegadas que projeta no para-brisas, além da velocidade, outras informações de auxílio à condução.

Honda Accord Touring 2019

Como anda?

Antes de entrar no carro, dá para perceber que a frente está mais curta. Isso é reflexo de uma das principais mudanças da linha Accord: a troca do motor 3.5 V6 em conjunto com o câmbio automático de 6 marchas pelo novo motor 2.0 turbo de quatro cilindros associado pela primeira vez a um câmbio automático de 10 marchas. 

Embora o novo motor entregue 256 cv, contra 280 cv do anterior, o benefício está no torque maior entregue em uma faixa de giro muito mais ampla. No antigo, era preciso elevar o giro a 4.900 rpm para conseguir extrair seus 34,6 kgfm. Agora, você tem à disposição 37,7 kgfm de força entregue entre 1.500 e 4.000 rpm.

Ao ligar o motor pelo botão, não se ouve praticamente nada. Outro ponto interessante é o espaço disponível no console central, pois agora não há mais alavancas: câmbio e freio de estacionamento são acionados por botões. Por falar em câmbio, o Accord marca a estreia da nova caixa que, embora tenha 10 marchas, é mais compacta e 10 kg mais leve que a de 6 velocidades do modelo anterior.

A condução na cidade mostra uma nova personalidade. O Accord é um sedã grande, mas a sua pegada ficou muito mais esportiva. A posição de dirigir está mais baixa, os apoios laterais do bancos envolvem mais o corpo e você se sente bem encaixado. A suspensão está muito mais firme. Lembra do Civic? Então, está mais firme ainda, reflexo também das rodas de 18 polegadas. 

Head-up display do Accord 2019

Em meio ao trânsito pesado, as novas virtudes começam a aparecer. O novo Accord está bem mais ágil, as mudanças de marcha ocorrem de modo imperceptível e a direção elétrica, de duplo pinhão com variação automática de acordo com o nível de condução, tem resposta muito direta e precisa. 

Na estrada, a performance é atlética. Basta pisar com mais vontade no acelerador para o sedã ganhar velocidade vigorosamente. O casamento motor e câmbio é perfeito e você até esquece que existem marchas a serem trocadas. Mesmo assim, há borboletas no volante para quem quiser interagir. O modelo traz dois modos de condução, Normal e Sport, que alteram as respostas da direção, acelerador eletrônico e transmissão. 

Outra estreia fica por conta do Honda Sensing, um pacote de assistência ao condutor. Com o piloto automático adaptativo (ACC) ligado, basta configurar a velocidade máxima que ele mantém a distância do carro à frente. Com tráfego, o sistema copia a velocidade do carro à frente, acelerando ou reduzindo automaticamente conforme a necessidade. O sistema de permanência na faixa também está presente, mas em grau mais avançado que nos concorrentes. Ele é capaz de ler as faixas e manter o Accord no centro da faixa de rolagem, sem aquelas escapadas que resultam em zigue-zague, e isso é bem bacana.

A imersão em tecnologia deste executivo foi além. O novo sistema Active Sound Control possui três microfones na cabine que cancelam os ruídos de rodagem enviando uma frequência sonora oposta ao ruído captado. Detalhe é que ao acionar o modo Sport, este sistema é cancelado para acentuar o ruído do motor dentro da cabine. Outra novidade exclusiva da Honda é um ressonador na roda, que emite frequência contrária a do ruído de rodagem para anulá-la. O resultado é o silêncio a bordo.

Quanto custa?

O novo Honda Accord chega importado dos Estados Unidos em versão única Touring por R$ 198.500. Pela primeira vez em um veículo da Honda no Brasil, traz oito airbags de série, sendo dois para o joelho (motorista e passageiro). O sistema de som é premium com 452 watts de potência e 10 alto-falantes. A central multimídia traz os sistemas Apple CarPlay, Android Auto e navegador GPS nativo que exibe informações de trânsito em tempo real.

Rodas aro 18 do Accord 2019
Acabamento interno - Honda Accord 2019

O pacote Honda Sensing inclui o ACC - controle de cruzeiro adaptativo com ajuste de velocidade; CMBS - Sistema de frenagem para mitigação de colisão; LKAS (Lane Keeping Assist System) - Sistema de assistência de faixa; e RDM (Road Departure Mitigation System) - Sistema para mitigação de evasão de pista.

Bancos de couro (com opção de três cores para o acabamento interno), ar condicionado dual zone, teto solar elétrico e duas chaves programáveis também fazem parte dos itens de série.  As cores disponíveis são preto, cinza e marfim. 

No fim das contas, este jovem executivo de 40 anos prova que seu processo de coaching realmente o fez avançar em todas as frentes desejáveis para quem compra um carro deste valor. Estilo, espaço interno, acabamento, tecnologia e desempenho. Tudo foi revisto e atualizado. O desafio agora é provar que este currículo pode conquistar uma vaga de quem opta pelo status.

Fotos: divulgação 

Ficha Técnica - Honda Accord Touring

MOTOR dianteiro, transversal, 4 cilindros em linha, 16 válvulas, 1.998 cm3, injeção direta, turbo, gasolina
POTÊNCIA/TORQUE

256 cv a 6.500 rpm; 37,7 kgfm entre 1.500 rpm e 4.000 rpm

TRANSMISSÃO câmbio automático com 10 marchas, tração dianteira
SUSPENSÃO independente McPherson na dianteira e multlink na traseira
RODAS E PNEUS liga-leve aro 18" com pneus 235/45 R18
FREIOS discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira, com ABS e ESP
PESO 1.547 kg em ordem de marcha
DIMENSÕES comprimento 4.889 mm, largura 1.862 mm, altura 1.460 mm, entre-eixos 2.830 mm
CAPACIDADES porta-malas 574 litros, tanque 56 litros
PREÇO  R$ 198.500 

Galeria: Honda Accord 2019 - Brasil