Antes destinada ao público PCD, versão volta a ser vendida no varejo como variante de entrada do SUV compacto

Alguns meses depois de ter suas vendas suspensas, a versão Sense do Volkswagen T-Cross volta a ser vendida nas concessionárias da marca. No entanto, antes pensado para atender o público PCD (pessoa com deficiência), o T-Cross Sense agora está disponível no varejo para todos os consumidores. A nova versão agora é a mais barata da gama e custa R$ 92.990.

Assim como as versões 200 TSI e Comfortline 200 TSI, a versão Sense do T-Cross vem equipada com o motor três cilindros 1.0 turbo flex que rende 116 cv na gasolina e 128 cv no etanol, enquanto o torque fica em 20,4 kgfm (disponíveis entre 2.000 e 3.500 rpm) com ambos os combustíveis. O SUV compacto trabalha sempre em parceria com um câmbio automático de 6 marchas.

Galeria: Volkswagen T-Cross 200 TSI 2021

Já entre os itens de série, o T-Cross Sense vem com ar-condicionado com filtro de poeira e pólen, direção elétrica, travas elétricas, bancos de tecido, vidros elétricos nas quatro portas, faróis de neblina com acompanhamento de curvas, faróis com regulagem de altura, luzes diurnas de LED (DRL) na região dos faróis de neblina e lanternas com iluminação em LED. Essa versão soma ainda rack de teto, rodas de aço com calotas, alarme antifurto, volante multifuncional, sistema ISOFIX e top tether para fixação da cadeirinha infantil e bancos traseiros rebatíveis.

No pacote de segurança ele soma 6 airbags (dois frontais, dois laterais nos bancos dianteiros e dois de cortina), controles de estabilidade e tração, freios a disco nas quatro rodas, assistente de frenagem de emergência, assistente de partida em rampa e bloqueio eletrônico do diferencial. Vale lembrar que a marca não mencionou se o T-Cross Sense dispõe de rádio ou de alguma central multimídia, ou se os equipamentos estão disponíveis ao menos como opcionais.

Com isso, a versão Sense (R$ 92.990) chega para ser a versão de entrada do SUV compacto, chegando a custar R$ 11.200 a menos que a variante 200 TSI (R$ 104.190), a mais em conta comercializada até então. A gama é completada ainda pelas versões Comfortline 200 TSI (R$ 127.390) e Highline 250 TSI (R$ 136.890). O T-Cross Sense já está disponível nas lojas nas cores sólidas Preto Ninja e Branco Puro, além da tonalidade metálica Prata Sargas.

"Devido ao grande sucesso de vendas do T-Cross Sense, retomamos agora as vendas desta configuração, com foco nos clientes finais, de varejo", explica Ricardo Casagrande, diretor de Vendas da Volkswagen do Brasil. "O T-Cross é um carro desejado pelos consumidores brasileiros, tanto que foi o SUV mais vendido do País em 2020.", completa.

Com o T-Cross Sense chegando ao mercado, ele se junta - e empata no preço - ao Jeep Renegade Standard (R$ 92.990) e Hyundai Creta Action (R$ 92.490) como um dos SUVs automáticos mais baratos disponíveis atualmente.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com