Sedã dobrará unidades que chegam ao Brasil, enquanto hatch chega a 41% de nacionalização

A Stellantis, grupo que se originou da PSA e FCA, tem trabalhado bastante na América Latina desde que sua operação se iniciou no começo de 2021. Depois do inicio da produção dos novos motores Firefly turbo em Betim (MG), o grupo agora sinaliza mudanças nas plantas instaladas na Argentina, onde hoje são produzidos o Fiat Cronos e o Peugeot 208

Em reunião com o embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, o presidente da Stellantis latinoamérica, Antonio Filosa, disse que aumentará a produção e exportação do Fiat Cronos e Peugeot 208, sendo o sedã produzido em Córdoba e o hatch em Buenos Aires. As informações foram reveladas pelo próprio embaixador em suas redes sociais. 

Fiat Cronos 2021 - Argentina
Comparativo: 208 x Onix x HB20

O Fiat Cronos terá sua produção triplicada, algo que já podemos observar com atenção, já que o sedã é um dos que receberá o câmbio CVT com o motor 1.3 Firefly aspirado - hoje, um dos pontos negativos do sedã é oferecer a transmissão automática apenas com o 1.8 aspirado. Com este aumento de produção, a quantidade de unidades exportadas para o Brasil deverá duplicar, o que aumentará a competitividade do sedã em nosso mercado se o preço ajudar. 

Para o Peugeot 208, o anúncio foi que a Stellantis trabalha na nacionalização de mais componentes de produção do hatch, que hoje depende bastante de itens importados e que aumentam seu preço consideravelmente. Segundo Scioli, o grupo trabalha para chegar aos 41% de nacionalização em breve, além de novos 370 postos de trabalhos criados na fábrica de El Palomar. 

A Stellantis fará diversos lançamentos na região este ano. Fiat Toro e Jeep Compass reestilizados, o novo SUV da Fiat e o novo Jeep de 7 lugares são as principais apostas e todas produzidas no Brasil e enviados para a Argentina. Da Citroën, em Porto Real, ainda terá um novo SUV que substituirá o C3 e AirCross de uma vez no 2º semestre.

Ouça o podcast do Motor1.com:

 

Siga o Motor1.com Brasil no Facebook

Siga o Motor1.com Brasil no Instagram

Envie seu flagra! flagra@motor1.com