Mudança aproxima o SUV chinês dos atuais modelos da Ford

Os carros costumam mudar rápido na China, até demais a ponto de envelhecer em pouco tempo o modelo anterior. É o caso do Ford Territory, avistado em testes no país asiático com uma cobertura sobre os faróis de parte da grade. Na verdade, a mudança está lá dentro e virá do finado Fusion.

Do lado de fora, o Ford Territory está praticamente igual. A única parte coberta não parece ter qualquer alteração visual, mantendo os faróis conectados à entrada de ar frontal, ambos com o mesmo formato do modelo atual. Faz sentido que não mude novamente por fora, já que o crossover foi renovado no ano passado.

Galeria: Ford Territory 2022 - Flagra na China

E o que mudou, afinal? A surpresa está na foto do interior, sem qualquer pano cobrindo, o que permite que possamos ver a ausência da alavanca de câmbio. No seu lugar está um pequeno dial para selecionar a marcha. A Ford tem usado o recurso em diversos modelos desde o Fusion, como o Edge ST, Bronco Sport e, futuramente, na crossover que irá suceder o Fusion no mercado global.

Segundo os sites chineses, também não irá mudar a parte mecânica, mantendo o 1.5 turbo de 4 cilindros que entrega 150 cv a 5.300 rpm e 22,9 kgfm a 1.500 rpm. Apesar da mudança na forma como selecionamos a marcha, a transmissão será a mesma automática do tipo CVT, que simula 8 marchas.

Tal alteração não deve demorar muito para chegar ao Brasil, já que o Ford Territory chega ao país importada da China, dependendo somente do lançamento do carro no seu país de origem. A mídia local não tem qualquer informação sobre quando esta modificação chegará ao mercado, mas o mais provável é que aconteça na linha 2022.