Modelo vai renascer como uma station wagon aventureira e será revelado no ano que vem

O Ford Fusion deixou de ser produzido em agosto no México, encerrando sua carreira por todo o continente americano. Mas o fim foi apenas para o sedã como conhecemos, não para o nome Fusion, pois a fabricante pretende lançar um novo modelo com este batismo, só que com uma carroceria de perua e jeitão de crossover. Esse carro aparece agora em imagens feitas na China, revelando detalhes de seu design e interior.

O novo Ford Fusion 2022 seguirá a estratégia da marca de investir somente em crossovers e picapes. E, para isso, o sedã tentará manter algumas das qualidades que tinha, mas desta vez com uma carroceria station wagon – vale lembrar que a versão europeia, batizada como Mondeo, tem uma versão perua. Porém, será um crossover, com suspensão elevada e um design mais parecido com dos SUVs, como forma de se aproximar do Subaru Outback. Será um modelo realmente global, produzido na China, Europa e Estados Unidos.

Galeria: Ford Fusion 2022 - Flagra na China

As fotos feitas na China mostram o novo Fusion 2022 bem camuflado sendo fotografado dentro de um estúdio, provavelmente para iniciar a campanha de teasers no ano que vem. Finalmente está com a carroceria definitiva, assim com o interior definido. A frente lembra muito a do Edge, com a grade trapezoidal que a marca tem usado desde 2013. Os adesivos seguem o contorno dos painéis e mostram detalhes interessantes, como os faróis superiores bem finos e uma barra cromada logo abaixo do vão do capô.

Do outro lado, a traseira mostra o caimento do teto no estilo das peruas, terminando em uma tampa do porta-malas bem larga. As lanternas foram retiradas do protótipo, então não podemos ver o seu desenho interno, revelando somente que terá um formato quadriculado. Não aparenta invadir a tampa do porta-malas.

external_image

A parte mais interessante é o interior, que está totalmente descoberto. A Ford irá apostar na ideia da Mercedes-Benz e seu sistema MBUX, usando duas telas retangulares para o painel de instrumentos e o infoentretenimento, posicionadas lado a lado para dar a impressão de que é um display só. O console foi desenhado para acompanhar essas telas, com uma saída de ar de cada lado das telas e um acabamento de couro azul na base.

Usar este tipo de display ajudou a Ford a deixar o interior do Fusion muito limpo, a ponto de quase não conseguirmos notar a existência de botões físicos. Existem alguns logo abaixo da tela rumo ao console central, possivelmente para controlar o ar-condicionado. Outro detalhe é o seletor de marchas circular, que já era usado pelo Fusion quando ainda era um sedã. Curiosamente, o protótipo está sem o volante, possivelmente para ajudar a tirar fotos do painel de instrumentos.

Pelo estado deste protótipo e o fato de estar sendo fotografado desta forma, o novo Ford Fusion deve ser revelado já no ano que vem, estreando primeiro no mercado chinês. A parte mecânica ainda é um mistério, com rumores apontando para o motor 1.5 turbo com sistema híbrido leve de 48V, usado pelo Focus. Se a Ford quiser apostar na eletrificação, pode até criar uma variante híbrida, já que plataforma é a mesma do Escape Hybrid.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com