Investimento em Anápolis (GO) vai gerar 2 mil novos empregos no complexo

O Grupo Caoa quer aumentar sua participação no Brasil com um investimento de R$ 1,5 bilhão para os próximos cinco anos. O aporte será feito na fábrica em Anápolis (GO), com o objetivo de produzir 10 veículos novos, que vão desde reestilizações até modelos inéditos, divididos entre Caoa Chery, Hyundai e uma terceira marca – que será a Exeed, divisão de luxo da Chery e que já foi confirmada para janeiro de 2021.

O governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM) visitou a fábrica en Anápolis (GO) na última segunda-feira (23) e divulgou a extensão até 2025 dos descontos de 32% no IPI dos veículos fabricados no Centro-Oeste. A medida aprovada com o congresso e governo federal foi feita para viabilizar o investimento da Caoa e também da HPE Automóveis, responsável pela Mitsubishi e Suzuki no Brasil, que tem uma fábrica em Catalão (GO).

Galeria: Caoa Chery Tiggo 8 - Produção em Anápolis

Este investimento de R$ 1,5 bi será usado exclusivamente em Anápolis. A Caoa confirma que tem planos de renovar os carros da Chery no país e alguns deles já são esperados, como a reestilização do Tiggo 2 (agora com motor 1.0 turbo) e do Tiggo 5X. A maior parte dos carros da linha atual oferecidos no Brasil já passou por mudanças visuais na China, alguns deles até recebendo novas motorizações.

Hyundai Aura
2022-hyundai-tucson-exterior

Os modelos da Hyundai também terão mudanças e um dos mais cotados é a nova geração do Tucson que acabou de estrear na Ásia e nos EUA. Por fim, veremos a estreia da Exeed, marca de luxo da Chery, cuja estreia foi anunciada algumas vezes por executivos da marca desde o Salão do Automóvel de São Paulo de 2018. Segundo o Jornal do Carro, os planos seriam o Tucson, o novo Elantra e o inédito Aura, um sedã com 4 metros de comprimento feito para países asiáticos e que usaria o motor 1.0 de 80 cv do HB20.

Outro projeto é a ampliação da linha de modelos elétricos da Caoa Chery, mas a empresa não deu detalhes sobre os planos. No momento, o único carro EV vendido por aqui é o sedã Arrizo 5e, oferecido somente para empresas, mas a marca nunca escondeu o interesse em vender mais modelos – até mostrou alguns deles no Salão de São Paulo de 2018. Um dos mais cotados é o Tiggo 5X elétrico, lançado na China em outubro e que tem uma autonomia de 401 km.

“Continuaremos investindo nas equipes e em pesquisa e desenvolvimento local. Já temos aqui um centro de estudos e validação de combustíveis e emissões como poucos na América Latina. Além disso, fizemos parcerias com universidades estaduais e federal de Goiás e temos agora dois novos projetos aprovados na área de eficiência energética, que ainda estão pendentes de patente e serão anunciados em breve”, afirma Mauro Correia, CEO do Grupo Caoa.

Envie seu flagra! flagra@motor1.com