Alguns vieram pra ficar, outros chegam em breve e tem quem só está visitando o país

Como já era previsto, a 30ª edição do Salão do Automóvel marca o começo de uma nova fase do mercado brasileiro. Quase todas as marcas colocaram um híbrido ou elétrico em exposição para o público, seja já com preço para venda, como uma prévia do que virá em breve ou apenas como um mero visitante. Aqui você vê um resumo sobre cada modelo que está em exposição no Salão de São Paulo.

Audi e-tron - Salão de SP 2018

Audi E-Tron: Ao lado dos novos A6, A7, A8, RS4 Avant e Q8, a Audi trouxe quase que como uma surpresa o SUV elétrico E-Tron. Recentemente mostrado na Europa, foi confirmado para 2019, sem especificação exata de data. Abre mão do visual futurista clássico dos veículos elétricos e os mais desatentos podem o confundir com um Q8. Para locomover, são dois motores elétricos, um em cada eixo, resultando em até 414 cv e 67,3 kgfm de torque. A autonomia é de até 400 km com uma só carga. 

2018 BMW i3

BMW i3: Não é tão novidade, mas ele ainda pode ser orgulhar por ter sido o primeiro elétrico vendido para o público no Brasil. Além da reestilização, o novo i3 tem baterias com maior autonomia, agora chegando aos 180 km, além do gerado pelo REX, um motor de 647 cc instalado na parte traseira do carro para recarregar as baterias quando longe de uma tomada. O i3 renovado tem três versões: i3 REX, com preço sugerido de R$ 199.950, i3 REX Connected, que parte de R$ 211.950, e REX Full, por R$ 239.950.

BMW i8 Roadster - Primeiras Impressões

BMW i8 Roadster: Se já não bastasse o i8 normal ser uma peça totalmente exótica pelas ruas, a BMW trará o i8 Roadster por encomenda. Ele mantém o mesmo conjunto mecânico da variante fechada, com o motor 1.5 turbo de 3 cilindros, 231 cv e 32,6 kgfm de torque, com mais um elétrico de 141 cv, gerando um total de 369 cv e 58 kgfm. É capaz de acelerar de 0 a 100 km/g em 4,6 segundos e tem velocidade máxima limitada a 250 km/h. Rodando no modo puramente elétrico, tem autonomia de 53 km.

BMW 530e iPerformance

BMW 530e M Sport: Por R$ 328.950, a BMW já faz a pré-venda do Série 5 híbrido. O 530e MSport usa o motor 2.0 turbo de 184 cv em conjunto com o elétrico que, juntos, trabalham com 252 cv. No modo totalmente elétrico, a autonomia é de 46 km, com recarga pelo motor a combustão ou por tomada externa. A tração é apenas traseira, com câmbio automático de oito marchas. 

Chery Arrizo 5e

Chery Arrizo 5e: Ao lado do sedã nacional Arrizo 5, estava sua versão eletrificada. Vindo da China, o Arrizo 5e não tem grandes diferenças visuais para o modelo a combustão, mas sob o capô está um motor elétrico que produz 123 cv e 28,4 kgfm de torque e autonomia de cerca de 400 km. Não está confirmado para o Brasil, mas a marca estuda. 

Chery Tiggo 2e

Chery Tiggo 2e: Assim como o Arrizo 5, o Tiggo 2e é uma versão elétrica do SUV produzido em Jacareí (SP). Também vindo da China para o Salão do Automóvel, tem motor elétrico com 129 cv e torque de 28,1 kgfm. Assim como o Arrizo, o SUV tem (pequena) possibilidade de chegada ao Brasil. 

Chery elétricos

Chery EQ: Até o QQ tem sua versão eletrificada. O motor elétrico tem 57 cv e pode rodar cerca de 200 km com uma carga das baterias. 

Chery elétricos

Chery EQ1: Já o EQ1 é um modelo concebido desde o começo para ser apenas elétrico. Tem 41 cv, mas pode chegar aos 400 km de autonomia. 

Chevrolet Bolt 2019 - Salão de SP 2018

Chevrolet Bolt: Desde 2016 que a Chevrolet trabalha a chegada do Bolt. Até então, apenas a frota de uso interno da marca possuía o modelo, mas isso muda a partir de 2019. Por R$ 175 mil, o elétrico que usa a mesma plataforma do Cruze (D2XX) poderá ser comprado pelo público. Seu motor gera 200 cv e 36,8 kgfm e autonomia entre 300 e 400 km. 

Ford Fusion Energi

Ford Fusion Energi: O Fusion Hybrid não é uma novidades, mas a versão Energi sim. Seu maior diferencial é a possibilidade de recarga por tomada, um Plug-in, e baterias maiores, aumentando cerca de 20% a autonomia. Será vendido no Brasil, mas ainda sem data definida. 

Honda CR-V Hybrid Prototype

Honda CR-V Hybrid Prototype: Não se engane. Apesar do Prototype no nome, o CR-V híbrido já está pronto e será lançado na Europa em 2019. A Honda diz que lançará três eletrificados no Brasil até 2023, e este CR-V é um dos grandes candidatos. O motor 2.0 aspirado tem a companhia de dois elétricos que, juntos, geram 184 cv e 32,1 kgfm de torque. 

Hyundai Ioniq

Hyundai Ioniq: O Ioniq é um dos únicos eletrificados com três opções de versões: híbrido, híbrido plug in e elétrico. Para o Brasil, a Hyundai trouxe o elétrico, que tem 30,1 kgfm de torque e 120 cv, com autonomia de 280 km. Sua vinda para o Brasil está sendo estudada, com 70% de chances. 

Hyundai Sonata Hybrid

Hyundai Sonata Hybrid: O Sonata híbrido está no Brasil, mas apenas de passagem. Traz motor 2.0 aspirado em conjunto com o elétrico, totalizando 208 cv combinados. O câmbio é automático de seis marchas. 

Kia Niro Hybrid, Optima e Soul EV

Kia Niro: A Kia está em processo final de homologação de três eletrificados. O SUV Niro usa motor 1.6 a gasolina e um elétrico que produzem 141 cv e 26,9 kgfm de torque. 

Kia Niro Hybrid, Optima e Soul EV

Kia Optima: O sedã Optima também entrará no jogo dos híbridos. Para ele, a Kia separou o 2.0 a gasolina e um motor elétrico que, juntos, produzem 204 cv e 38,2 kgfm de torque. 

Kia Niro Hybrid, Optima e Soul EV

Kia Soul EV: Este totalmente elétrico, o Soul EV é recarregado por uma curiosa abertura na dianteira e tem autonomia de até 219 km na cidade e 179 na estrada. 

Lexus UX 2019

Lexus UX 250h: A Lexus anunciou que toda a sua linha, já em 2019, será composta por modelos híbridos. Braço da Toyota, a marca apresentou diversas novidades, entre elas o UX 250h, um SUV menor que o NX e estará disponível como o modelo de entrada dos SUVs Lexus. Une o motor 2.0 a gasolina com um elétrico no eixo dianteiro que, juntos, rendem 181 cv de potência. A pré-venda já é feita, com preços ainda não confirmados, mas que deverão estar entre R$ 170 mil e R$ 210 mil, dependendo da versão. 

Lexus ES 300h

Lexus ES 300h: A nova geração do sedã será lançada ainda este ano. Por R$ 239.990, ele une o motor 2.5 com um elétrico, que geram 218 cv. Junto, vem o luxo já conhecido dos modelos Lexus. 

Lexus LS 500h

Lexus LS 500h: Mesmo híbrido, o sedã não abriu mão do motor V6. O 3.5 está acompanhado por dois motores elétricos que totalizam 359 cv. 

Lexus NX 300h 2019

Lexus NX 300h: Se antes este SUV tinha motorização turbo, ele deixou isso de lado e partiu para a eletrificação. O NX 300h usa o motor 2.5 com o elétrico, gerando 194 cv e 27,5 kgfm de torque. 

Lexus CT200h 2018

Lexus CT 200h: O hatch é um velho conhecido local. Até então um dos poucos híbridos de nosso mercado, vê uma nova concorrência de peso chegar. Junto com o motor 1.8 aspirado, um elétrico que ajuda a produzir 136 cv. 

Lexus LC 500h

Lexus LC 500h: Apenas de passagem pelo Brasil, o cupê híbrido chama a atenção pelo design. A soma do 3.5 V6 com motor elétrico resulta em 359 cv. 

Mini Cooper Countryman E

Mini Cooper S E Contryman ALL4: O primeiro híbrido da Mini está no Salão. O SUV Countryman tem tecnologia plug-in e une um motor elétrico de 85 cv com autonomia de 45 km ao 1.5 de três cilindros, turbo, totalizando 224 cv. Já está à venda por R$ 199.990, com entregas a partir do fim de novembro. 

Nissan Leaf - Salão de SP 2018

Nissan Leaf: O elétrico mais vendido do mundo chega ao Brasil e tem até preço definido. Por R$ 178.400, começará a ser entregue em junho. Utiliza motor de 150 cv e 32,6 kgfm, em conjunto com um câmbio automático do tipo CVT. É vendido no exterior com dois tipos de bateria, com autonomia de 240 km ou de 320 km. Ainda não sabemos qual destas versões será a escolhida para o Brasil.

Nissan X-Trail Híbrido

Nissan X-Trail Hybrid: O SUV seria um bom concorrente para o Jeep Compass. Ele está no Salão para testar a receptividade do público e pode ser o primeiro híbrido da marca por aqui. Usa motor 2.0 de 140 cv e outro elétrico, chegando aos 180 cv com consumo de até 19,6 km/l na estrada. 

Porsche Panamera 4 e-Hybrid

Porsche Panamera 4 e-Hybrid: Um dos mais acessíveis da linha Porsche, o Panamera 4 e-Hybrid está no Salão. São 330 cv do V6 biturbo e mais 136 cv de um motor elétrico que, sozinho, pode locomover o coupé por 50 km. O Cayenne híbrido ainda não apareceu, pois aguarda o lançamento no exterior desta nova geração. 

Renault Zoe - Salão de SP

Renault Zoe: O carro elétrico mais barato do Brasil. É assim que o Zoe chega ao Brasil, anunciado durante o Salão por R$ 149.990, consideravelmente mais barato que Chevrolet Bolt e Nissan Leaf. O Renault Zoe tem autonomia de 300 km, com o equivalente a 90 cv e 22,4 kgfm de torque.

Renault Twizy

Renault Twizy: O curioso carro urbano elétrico está no Salão, mas ainda é produto exclusivo de frotas e empresas. Ao público, resta observar ele pelas ruas durante o serviço ou no evento. 

Smart EQ Forfour

Smart EQ Forfour: A marca da Mercedes-Benz está no Brasil, dessa vez com um compacto de quatro portas e motorização elétrica, com 82 cv e 155 km de autonomia, e muitas peças comuns aos Renault. Vale lembrar que ele é vendido pela Renault como Twingo em alguns mercados. 

Comparativo - Toyota Prius e Corolla Altis

Toyota Prius: Era esperado ao menos a aparição do protótipo do Prius flex, mas a Toyota colocou em seu estande o mesmo e já conhecido Prius, com o motor 1.8 a gasolina. Segue como uma das opções mais acessíveis do mercado de eletrificados, por R$ 125.450 e bem equipado. 

Volkswagen Golf GTE, Passat GTE e e-Golf - Salão de SP 2018

Volkswagen Golf GTE: Já confirmado para 2019, o Golf GTE será o primeiro híbrido da VW no Brasil. Com a mesma pegada esportiva do GTI, o GTE une motor 1.4 turbo de 150 cv ao elétrico de 102 cv, totalizando 204 cv com autonomia totalmente elétrica de 50 km. 

Volkswagen Golf GTE, Passat GTE e e-Golf - Salão de SP 2018

Volkswagen eGolf: Este só de passagem pelo Brasil, é a variante totalmente elétrica do Golf. Tem autonomia de cerca de 200 km e 134 cv de potência, com velocidade máxima de 150 km/h. 

Volkswagen Golf GTE, Passat GTE e e-Golf - Salão de SP 2018

Volkswagen Passat GTE: Assim como o Golf GTE, o Passat GTE usa a parceria entre motor 1.4 turbo e motor elétrico para se locomover. Totaliza 218 cv, com 115 cv elétrico e 156 cv a combustão. Também possui autonomia totalmente elétrica de 50 km. 

Fotos: arquivo Motor1.com BR/ divulgação/ Donizetti Castilho

Galeria: Nissan Leaf - Salão de SP 2018